Em tempos de Coronavírus, polícia italiana investiga roubo de 1,2 mil máscaras

Por Ansa

A polícia de Carbonia, pequena cidade que fica na Sardenha, na Itália, está investigando o roubo de cerca de 1,2 mil máscaras destinadas ao hospital Sirai, informou a própria entidade nesta terça-feira (17).

O caso foi descoberto nesta segunda-feira (16), quando um funcionário da unidade hospitalar percebeu que uma das embalagens com os itens estava danificada. Ao contabilizar as peças, o profissional verificou que faltavam 1,2 mil máscaras cirúrgicas e uma dezena daquelas que tem um visor de plástico. Além disso, a nota fiscal não foi entregue no ato.

Segundo os carabineiros, a empresa que fabricou os itens confirmou que o carregamento saiu completo de sua unidade.

Agora, eles investigam onde, quando e como elas sumiram e se as peças estão sendo vendidas de maneira online.

A Itália enfrenta a epidemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) há semanas e o material é fundamental tanto para equipes médicas como para as pessoas infectadas pela doença. Ao todo, o país contabiliza 27.980 casos, sendo 23.073 ainda ativos, e 2.158 mortos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo