Sem água e transparência

Por fabiosaraiva

rose-guglielminetti colunistaO desabastecimento de água em parte dos bairros de Campinas chegou à Câmara de Vereadores. Não há falta de água nas torneiras do prédio do Legislativo, mas houve cobrança sobre a falta de transparência sobre o assunto. O vereador Artur Orsi (PSDB) cobrou do governo Jonas Donizette (PSB) sobre a ausência de transparência quanto à informação para a população sobre a falta da água na cidade. “As pessoas estão sendo surpreendidas pela falta d’água. Já existe um racionamento”, disse o tucano. Para ele, o Executivo deve se antecipar e avisar a população com antecedência sobre onde vai ocorrer o desabastecimento. “A Sanasa está omitindo da população de Campinas que há problemas na captação do rio Atibaia. Deveria gastar o dinheiro da propaganda para informar a população. Queremos que a Sanasa e o senhor prefeito sejam transparentes”, pediu Orsi.

 

Fumec 

Apesar do protestos de funcionários, os vereadores de Campinas aprovaram a legalidade do projeto que reestrutura a Fumec – fundação municipal responsável pela alfabetização de adultos. Contra estão a criação de cargos de assessoria e retirada de direitos de alguns servidores. Já a Fumec diz que as mudanças atendem às exigências do Ministério Público, como a contratação por meio de concurso.

Rose Guglielminetti escreve no Metro Jornal de Campinas

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo