O presidente que a gente quer

Por fabiosaraiva

odir-cunha colunistaNão creio que a maioria das pessoas tenham dificuldades para seguir um líder. O grande problema, o que amofina o ser humano e o faz se sentir menor e impotente, é ser obrigado a seguir as determinações de um mau líder.

Mais do que ouvir promessas bonitas, preferimos acreditar naqueles que lideram pelo exemplo. Naqueles que, antes de pedir nosso voto, já construíram uma longa folha de serviços prestados à comunidade. E trabalharam sem interesse e sem ganância. Pois desconfiamos de quem diz que só fará alguma coisa se for eleito.

Preferimos aqueles que, além de competentes, sempre jogaram limpo, pois respeitar as regras do jogo e da ética torna a pessoa tão confiável que dá vontade de convidá-la para jantar na nossa casa. Não gostamos de quem costuma trapacear e mentir para ganhar nosso apoio.

Enfim, preferimos quem se alegra ou sofre como a gente, quem ama o mesmo que nós e luta pelas mesmas causas. E um presidente assim é o que queremos para o nosso Santos, nas eleições de 6 de dezembro, não é mesmo?

Odir Cunha é jornalista multimídia com 38 anos de experiência, dois prêmios Esso e três da APCA. Escritor com 21 livros publicados, 10 deles sobre o Santos, é editor da Editora Magma Cultural, editor de conteúdo do Museu Pelé e dono do blog http://blogdoodir.com.br/ Escreve no Metro Jornal de Santos


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo