Futebol na estaca zero. Que ótimo!

Por fabiosaraiva

odir-cunhaDois dirigentes saem da reunião com o Governo, na qual se decidiu que os clubes de futebol não poderão parcelar suas dívidas e terão de pagá-las imediatamente, ou serão considerados falidos. Um homem está agitado, nervoso. O outro, bem calmo.

– Como vamos sobreviver assim? Teremos de nos desfazer imediatamente de todos os jogadores profissionais. O jeito será promover o time inteiro da base – protesta o agitado.

– Ótimo – responde o calmo.

– A comissão técnica também será dissolvida. Não poderemos pagar um técnico famoso.

– Ótimo – diz o outro – caminhando ao seu lado.

– A Globo não vai querer bancar um campeonato assim. Teremos de abrir para outras tevês. O jeito é liberar geral, não dar exclusividade para ninguém. Cada uma que pague um pouco e transmita o jogo que quiser.

– Ótimo – concorda o segundo dirigente.

– Você só diz ótimo? Não vamos ter dinheiro nem para pagar as torcidas organizadas. Só os que gostam muito de futebol irão aos jogos.

– Ótimo!

– E quem vai pagar 80, 50 reais para ver um time de moleques? Teremos de reduzir o ingresso para R$ 20, R$ 10, R$ 5, e olhe lá.

– Ótimo – arremata o outro, com um sorriso, esticando a mão para a despedida.

Odir Cunha é jornalista multimídia com 38 anos de experiência, dois prêmios Esso e três da APCA. Escritor com 21 livros publicados, 10 deles sobre o Santos, é editor da Editora Magma Cultural, editor de conteúdo do Museu Pelé e dono do blog http://blogdoodir.com.br/ Escreve no Metro Jornal de Santos

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo