A energia do gol

Por fabiosaraiva

odir-cunhaComo se sabe, no meio da semana o Santos achocolatou o seu mais tradicional rival. Marcou cinco gols no Corinthians, coisa que não ocorria há 49 anos. E amanhã, a partir das 19h30m, na Vila Belmiro, se fizer mais quatro no Botafogo de Ribeirão Preto, se tornará o primeiro time do planeta a alcançar a marca de 12 mil gols! Quer saber por que isso acontece?

Ora, por que o Santos já nasceu com essa volúpia. Entre os garotos que o fundaram, no longínquo 14 de abril de 1912, lá estavam o ponta-esquerda Arnaldo Silveira e o ponta-direita Adolfo Millon, que dois anos depois seriam atacantes titulares da Seleção Brasileira… Ah, e você acredita em signo?

O do Santos é Áries, que tem o fogo como regente e representa impulsividade, iniciativa, ação, urgência, coragem… O ariano adora agir, combater, derrubar obstáculos. Para ele, quanto maior o coqueiro, maior é o tombo. As palavras que o definem são: força e rapidez (quem assistiu ao jogo de quarta-feira sabe do que estou falando).

Provavelmente esse direcionamento dos astros, somado à impetuosidade dos Meninos da Vila, tenha criado essa alma inquieta de um time que só se alegra quando enche o balaio do adversário. Sim, mas será que dá para fazer quatro gols no Bota? E se der, quem será o autor do gol 12 mil? Na dúvida, não dá para deixar de ir à Vila amanhã, dá?

Odir Cunha é jornalista multimídia com 38 anos de experiência, dois prêmios Esso e três da APCA. Escritor com 21 livros publicados, 10 deles sobre o Santos, é editor da Editora Magma Cultural, editor de conteúdo do Museu Pelé e dono do blog http://blogdoodir.com.br/ Escreve no Metro Jornal de Santos

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo