Cadê a renovação?

Por fabiosaraiva

jose-carlos-araujo-colunistaDiante da indisciplina do Maicon, surge a pergunta: Cadê a renovação?

O cara não é essa bola toda e, aos 33 anos de idade, sabe que não vai para a Copa. Muito menos para a Olimpíada. Não vou discutir o tipo de pisada de bola que ele deu. Se chegou tarde, se fez misturinha no xampu do companheiro, nada disso interessa.

Quando se fala em Seleção, importante mesmo é sentir o comprometimento. E é incrível como um cara cascudo como o Maicon deu esse vacilo. Não volta mais. E, o mais importante, não vai fazer falta.

Confesso que não conhecia o Fabinho, agora convocado, mas, se você fizer uma girada pelo Brasil, vai encontrar muitos iguais ou superiores ao Maicon. E mais jovens.

Talvez o Dunga aprenda a lição e passe a se mirar mais na renovação.

 

O que não me agradou neste episódio foi a postura do Gilmar Rinaldi. Censurou a imprensa, ao impedir que se revelasse o motivo verdadeiro para o corte do lateral-direito. 

Acabou a época em que todos nós éramos amordaçados. Os tempos são outros, mas, quando a gente se lembra que o José Maria Marin é o presidente da CBF, tem tudo a ver…

 

Insisto em afirmar que a Seleção Brasileira não pode abrir mão do talento do Ganso. Se Seleção é o momento, será que o Dunga não está vendo o que ele tem jogado pelo São Paulo? No atual grupo, ninguém tem as características dele.

 

Amistoso pra valer vai ser o dia 11 de outubro, em Pequim, contra a Argentina. Vai ser o verdadeiro teste para o time do Dunga, principalmente depois do passeio que os “hermanos” deram na Alemanha, na semana passada.

 

Foi só o Cruzeiro disparar na tabela que já começam a surgir os inimigos dos pontos corridos. Não importa se tira a emoção, quando há um time bem superior aos demais. É o caso de agora. Mas, é o formato mais justo, mesmo contrariando os interesses comerciais.

 

 

José Carlos Araújo escreve às quartas-feiras no Metro Jornal do Rio de Janeiro. É também comunicador das rádios Bradesco Esportes e Bandnews FM e apresentador do “ Donos da Bola”, na tela da Band.

Loading...
Revisa el siguiente artículo