Uma greve torpe e indefensável

Por Diego Casagrande

Dias desses conversei na rua com o pai de duas crianças de uma escola pública estadual em greve. Homem humilde, trabalhador braçal, me demonstrava indignação com o fato de que seus filhos estavam passando o dia em casa sem atividade alguma – e quiçá até na rua – em razão de os professores terem cruzado os braços. A esposa trabalha fora, me disse ele, e a situação havia ficado degradante nos últimos tempos sem aula. “As crias ficam em casa sem fazer nada!”, reclamou. O caso deste pai é similar ao de milhares de famílias pobres no RS, que têm suas vidas esculhambadas há dois meses e meio por uma greve torpe e moralmente indefensável praticada contra as crianças que mais precisam.

A ideologia marxista, que não passa de uma religião político-ideológica ensinada nas escolas e que atinge o estado-da-arte nas universidades e no próprio jornalismo, é de longe a ação mais corruptora da sociedade brasileira. Adornada hoje pelo gramscismo, corrompe a verdade, a ética e as virtudes. Em nome de um outro mundo possível e de um novo homem, esquecem seus seguidores de olhar o ser humano de hoje, seus vizinhos e conterrâneos, com respeito e comiseração, sobretudo quando os mesmos são pobres. Como explicar deixar as crianças ao léu? Como defender ferrar a vida de quem quer fazer o Enem?

Os mais machucados por este grevismo tosco e malévolo são justamente os sem dinheiro. Se tivessem, já teriam há horas migrado seus filhos das mãos de falsos mestres para escolas privadas, onde o cidadão não é um mero joguete de interesses difusos e confusos.

Precisamos compreender o que se passa. O Cpers não é uma organização de representação de classe e defesa da educação, e sim um simulacro de partido político dominado pela extrema-esquerda que se vale da educação para proselitismos de toda ordem. Este sindicato, distante da categoria e do mundo real, jamais será diferente disso e não defenderá uma educação libertadora.

Diante disso, qualquer governante sério nunca mais deveria receber líderes desta agremiação que desrespeita crianças, pais, o bom senso e pagadores de impostos. Nunca mais! Eles não representam o verdadeiro magistério.

Loading...
Revisa el siguiente artículo