Teoria das Provas dá a certeza: tríplex é de Lula

Por Cláudio Humberto

A corajosa juíza aposentada Denise Frossard, que meteu na cadeia os bicheiros do Rio de Janeiro, lembrou àqueles adoradores de Lula, que reclamam da ausência de escritura do tríplex do Guarujá, que no crime de homicídio, por exemplo, “não se tem o retrato do momento do crime, mas são as circunstâncias, os indícios, que vão compor, tecnicamente, a prova. Assim, “circunstância é o que está ‘em torno’, circum stare”.

A Teoria das Provas

“Várias circunstâncias formam um indício”, ensina Denise Frossard, “várias indícios formam uma prova. É a Teoria das Provas”.

É uma ciência

A Teoria das Provas vem do Direito Romano, milenarmente usada e aceita. “É uma ciência”, informa a experiente juíza carioca.

Tríplex é de Lula

No caso do tríplex do Guarujá, a Teoria das Provas prevaleceu, para se aceitar a propriedade do imóvel, de fato, pelo réu condenado Lula.

OAS era laranja

Ficou provado por documentos e testemunhas, inclusive delatores, que a OAS atuou como laranja de Lula, mantendo a titularidade do imóvel.

Ficha limpa: os tempos (e os ladrões) são outros

O projeto da Lei da Ficha Limpa só foi adiante porque os partidos de “esquerda” (PT, Psol, PDT etc), no poder com Lula, vendiam a ideia de que só havia ladrões na “direita” e se apropriaram da iniciativa. A lei foi sancionada pelo então presidente Lula em 2010. Agora que Lula é apontado o chefe da quadrilha que mais roubou o Brasil, para aqueles partidos a Lei da Ficha Limpa já não é assim tão importante.

Só serve para os outros

O PT percebeu que a Lei da Ficha Limpa poderia atingir adversários, como o ex-governador do DF Joaquim Roriz, por isso a viabilizou.

O PT se apropriou

Projeto de iniciativa popular, a Ficha Limpa foi relatada pelo deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP) – ele mesmo, o advogado de Dilma.

Não serve mais

Se antes PT & Cia pregavam a Lei da Ficha Limpa, agora tentam articular no Congresso e até na Justiça uma forma de neutralizá-la.

Agressão à Justiça

Críticos do deputado Wadih Damous (PT-RJ) preparam manifestação de vaias contra ele, em voos próximos para Brasília. Damous, que aliás é advogado, ofendeu os magistrados do TRF-4 que condenaram Lula, o corrupto, chamando-os de “pelotão de fuzilamento fascista”.

Noves fora, nada

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse à BandNews, já em campanha, que “é preciso ter responsabilidade e inteligência para cortar gastos”. Tem gente achando que só precisa de boa tesoura.

Questão de tempo

Segundo a súmula do Tribunal Regional Federal, tão logo sejam considerados vencidos os agravos, começará a execução da pena. Aí Lula se apresentará à Justiça. Ou a polícia vai buscar o meliante.

Gim se deu bem

O único ex-parlamentar que realmente foi beneficiado pela oitava turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região foi o ex-senador Gim Argello (PTB-DF). A pena dele caiu de 19 anos para 11 anos e 8 meses.

Outra prioridade

Líder do governo, André Moura (PSC) fará dobradinha com o senador Eduardo Amorim: um deles disputará o governo. Talvez isso explique o “corpo mole” do líder na aprovação da reforma da Previdência.

Já era hora

O advogado Ricardo Barreto de Andrade pediu interferência da Justiça do DF contra as violações aos consumidores pelos quiosques de venda de assinaturas de revistas da editora Globo, no Aeroporto de Brasília, acusando-os de importunar passageiros e enganar pessoas humildes.

Oba

Apesar das incertezas, 2018 deve ser marcado pela consolidação da recuperação econômica que se iniciou em 2017, com o crescimento do PIB próximo a 3,0%, prevê Gessner Oliveira, colunista da BandNews.

Porsche voador

A Justiça paulista marcou para 7 de maio o júri de Marcelo Malvios Alves de Lima, acusado de homicídio doloso (com intenção) pela morte da advogada Carolina Menezes Cintra Santos, em julho de 2011. Com seu Porsche, ele atingiu o carro da vítima, um Tucson, no Itaim Bibi.

Pensando bem…

…parece que a ficha (suja) ainda não caiu no PT.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo