Denúncia de pivô do ‘Petrolão’ atinge Foster

Por Carolina Santos

Pivô do escândalo do “Petrolão”, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa arrastou para o centro das denúncias a atual presidente da estatal, Graça Foster. Em depoimento à Justiça Federal, Costa denunciou que o PT abocanhava “pedágio” de 3% sobre o valor dos contratos de diretorias da Petrobras, entre elas a de Gás e Energia. A área foi comandada por Graça Foster de setembro de 2007 a fevereiro de 2012.

Loteamento

Foster assumiu a diretoria em lugar de Ildo Sauer, que acusou o governo Lula de permitir que partidos indicassem dirigentes para obter “ajuda”.

Graça Foster | Antonio Cruz/ABr Graça Foster | Antonio Cruz/ABr

Quem, eu?

A presidente da Petrobras até agora não se pronunciou sobre denúncias de PR Costa, nem sobre a investigação interna aberta pela Petrobras.

Caminho oposto

Líder do PSDB, Antônio Imbassahy (BA) critica Foster por tentar “retardar a investigação” enquanto os delatores e a Justiça vão na direção oposta.

Enrolação

O Tribunal de Contas da União sentou em cima do pedido de bloqueio dos bens dos envolvidos na compra da velha refinaria de Pasadena.

AGU passa sufoco para fechar contas em 2014

 

E-mail interno da Secretaria-Geral de Administração da Advocacia-Geral da União (AGU) alerta para a falta de dinheiro para pagar serviços prestados ao órgão. A AGU já custou quase R$ 2,7 bilhões aos brasileiros só este ano. Desse montante, R$ 2,3 bilhões foram gastos na inchada folha de pagamento. Para honrar os contratos da AGU, a União prometeu liberar R$ 40 milhões ainda esta semana.

Como uma mãe

Com a “ajudinha” do governo, o orçamento de custeio saltou de R$ 251 milhões para R$ 291 milhões. E ainda pode fechar no vermelho.

Orçamento comprometido

Segundo Gildenora Milhomem, que assina o e-mail, os próximos meses “serão de extrema tensão e preocupação” por causa das contas.

 Meses a fio 

Eunício Oliveira (PMDB-CE) | Antonio Cruz/ABr Eunício Oliveira (PMDB-CE) | Antonio Cruz/ABr

O ministro Luiz Adams corre atrás do prejuízo desde março. Foi com o pires na mão a várias as reuniões no Ministério do Planejamento.

Tamos aí

Os candidatos ao governo do Ceará, Eunício Oliveira, e do Amazonas, Eduardo Braga (AM), são fortes pretendentes do PMDB à presidência do Senado, caso não consigam se eleger no segundo turno, dia 26.

Lavou, tá novo

A Polícia Civil paulista suspeita que o cantor Frank Aguiar, vice do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), cometeu o crime de lavagem de dinheiro para um conhecido traficante. O escândalo, já tem até trilha sonora: a música “Lavou, tá novo”, sucesso de Frank Aguiar.

Foco paulista

O vice Michel Temer segue na árdua tarefa de conquistar votos dos paulistas para a reeleição de Dilma e dele próprio, como vice. Participa nesta segunda (13) de reunião com 90 prefeitos do partido no Estado.

Insulto que elogia

O fracasso subiu à cabeça de Gilberto Carvalho: ele instruiu o PT-DF a “nunca mais” ajudar Cristovam (PDT), após o senador apoiar Aécio no 2º turno. Cristovam teve 833 mil votos em 2010. O governador Agnelo (PT), este ano, teve só 307 mil e seu candidato ao Senado, 286 mil.

Na balança

Deputado proporcionalmente mais votado do Brasil em 2010, Reguffe (PDT-DF) perdeu sete quilos durante a campanha ao Senado. Foi eleito de lavada com mais de 826 mil votos, equivalente a 57% do total.

FAT na pindaíba

O deficit do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) chegará este ano a R$ 13 bilhões e o Tesouro Nacional já avisou que não vai cobrir o rombo. A saída será queimar mais R$ 5,5 bilhões do patrimônio do fundo que, teoricamente, seria dos trabalhadores.

Tô fora

O deputado Lúcio Vieira Lima (BA) criticou a propaganda em que Dilma comemora a eleição de 304 deputados da base, ignorando os rebeldes: “Não apoio e não autorizo me colocarem nessa contabilidade”.

Novatos balançam

Mais da metade dos deputados federais que abandonaram seus partidos após a criação de Pros e Solidariedade no ano passado não obteve votos suficientes para garantir novo mandato nas eleições deste ano: 23 dos 42 deputados da bancada atual não vão retornar à Câmara em 2015.

Pensando bem…

…só Barack Obama escapou do “não sabia” da Petrobras. E ainda disse que não pediria desculpas.

Captura de Tela 2014-10-12 às 20.43.39

Captura de Tela 2014-10-12 às 20.43.44

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo