Dicas de nutrição para aliviar a TPM

Por Angélica Banhara

No período que antecede a menstruação é muito comum a mulher sentir desconfortos por conta das mudança hormonal. Segundo a nutricionista Andrezza Botelho, da Clínica Andrezza Botelho Nutrição Inteligente, em São Paulo, entre 75% a 80% das mulheres apresentam sintomas de TPM (a Tensão Pré-Menstrual), sendo que de 5% a 8% têm sintomas mais severos, que alteram a qualidade de vida.

"A TPM é comum, mas não deve ser considerada normal e nem deve ser aceita com algo natural. A queda do hormônio estrogênio nos deixa mais chorosas, emotiva e à beira de um ataque de nervos, mas alguns alimentos, chás e suplementos podem aliviar os sintomas”, explica Andrezza.

Segundo a nutricionista, existem vários tipos de TPM. Ela lista os cinco mais comuns e dá dicas nutricionais para aliviar os sintomas.

1 – Tipo A

• Características: alterações de humor, dificuldade para dormir e irritabilidade.
• Alimentos: banana, mel e iogurte, que são fontes de triptofano, aminoácido precursor da serotonina, o hormônio do bem-estar. Vitamina E e óleo de borragem em cápsulas, que atuam como antiinflamatórios, e o GLA, ácido gamalinoleico, que atua para aliviar a irritabilidade e o mau humor. Chá de melissa ou mulungu para dormir bem.

2 – Tipo C

• Características: compulsão alimentar por doces e salgados e vontade de comer o tempo todo. Preferência por alimentos gordurosos.
• Alimentos: pipoca sem gordura e com pouco sal, castanhas e palitinhos de cenoura: alimentos que podemos pegar um a um e levar à boca. A pipoca e a cenoura são ricas em fibras e podem ser ingeridas em maior quantidade. As castanhas são fonte de gordura do bem e dão saciedade.

3 – Tipo D

• Características: tristeza, baixa autoestima e raiva sem razão.
• Alimentos: 30 gramas de chocolate meio amargo (acima de 50% de cacau) e outros alimentos ricos em triptofano, como sementes (de girassol, de abóbora) e oleaginosas, como amendoim torrado sem sal (um punhado). Chá de melissa ou camomila, para acalmar.

4 – Tipo H

• Características: retenção hídrica, inchaço, ganho de peso e sensibilidade.
• Alimentos: nozes e castanhas (um punhado) e abacate, fontes do complexo B, colágeno em pó, chás diuréticos, como o de casca de abacaxi ou cavalinha.

5 – Tipo O

• Características: alterações intestinais, calor repentino e suor frio, acne e pele oleosa.
• Alimentos: Chá de amora (folhas secas ou fruto), chá de casca de maçã e chá de hortelã. Sucos desintoxicantes com couve.

Chás: fazer 1 litro e beber ao longo do dia.

As ervas secas devem ser feitas em infusão: leve 1 litro de água ao fogo e desligue quando começar a ferver. Acrescente 3 colheres de sobremesa das ervas secas, cubra o recipiente e deixe descansar por 10 minutos. Coe, beba e guarde o restante na geladeira.

Chá de casca de abacaxi: tire a coroa e lave bem o abacaxi. Descasque-o, corte em fatias e guarde na geladeira, para comer após as refeições. Coloque 1,5 litro de água em uma panela grande e junte as castas. Você pode acrescentar canela em pau e gengibre, que são termogênicos. Leve ao fogo médio ate ferver, abaixe o fogo e deixe fervendo por 5 minutos. Coe e guarde na geladeira.

"Os alimentos ricos em magnésio, como abacate, folhas verde escuras e chocolate meio amargo regulam o funcionamento do organismo, por participar de mais de 350 reações metabólicas, diminuindo cólicas e inchaço”, conta Andrezza. Já o sal e café são inimigos dessa fase: o sal piora a retenção hídrica e o café pode contribuir para a enervação da pelve, aumentando as cólicas.


Siga nas redes sociais:
Facebook  |  Instagram  |  YouTube

Colunas anteriores:
Como retomar as atividades com segurança?

Receitas saudáveis e gostosas para o fim de semana

Loading...
Revisa el siguiente artículo