6 atitudes para otimizar o bem-estar na pandemia

Por Angélica Banhara

O longo período de quarentena e a flexibilização em um momento em que a pandemia do coronavírus ainda não está sob controle está mexendo com a saúde emocional de todo mundo.

Estudo recente realizado pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), do Rio Grande do Sul, com 3,6 mil pessoas, mostrou que 65% dos entrevistados relataram piora na saúde mental durante a pandemia. A conclusão faz parte das primeira fase da pesquisa CovidPsiq, que começou em abril e terá duração de seis meses. Segundo os pesquisadores, quem estava em confinamento apresentou mais sintomas de estresse, ansiedade, depressão e estresse pós-traumático.

Esse resultado chama a atenção para a necessidade de manter uma saúde mental positiva, que a Organização Mundial de Saúde (OMS) define como um estado de bem-estar no qual a pessoa desenvolve suas habilidades, consegue lidar com o estresse do dia a dia, trabalha de modo produtivo e é capaz de dar uma contribuição à sociedade.

Flora Victoria, mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela Universidade da Pensilvânia (EUA), define bem-estar. “É uma combinação de se sentir bem e funcionar de modo otimizado. Sentir-se bem se refere a experimentar emoções positivas regularmente. Já funcionamento otimizado é ter controle sobre a sua vida, desenvolver seu potencial, ter um propósito e desfrutar de relacionamentos saudáveis.”

Flora explica que manter uma saúde mental positiva significa equilibrar as diversas dimensões do bem-estar (físico, emocional, social, intelectual, espiritual, ambiental e profissional), que estão ligadas às diferentes áreas da vida.

Segundo a especialista, que é também Embaixadora da Felicidade no Brasil pela World Happiness Summit (fórum global de felicidade e bem-estar), existem alguns comportamentos que podem ser colocados em prática para aumentar o bem-estar e elevar a qualidade de vida. Veja a seguir.

  • Priorize: faça de você a sua prioridade. Assuma total responsabilidade por sua saúde e seu bem-estar.
  • Organize: uma boa gestão do tempo é essencial para que você possa priorizar seus objetivos de bem-estar. Rotinas caóticas não são compatíveis com uma boa qualidade de vida.
  • Energize: estabeleça objetivos que lhe tragam prazer, motivação e entusiasmo. Permita-se ser feliz.
  • Otimize: reavalie suas escolhas a partir do seguinte princípio: “estou investindo minhas energias em coisas que me dão o máximo retorno?”.
  • Valorize: inclua mais apreciação e gratidão em sua existência. Saber valorizar os bons momentos da vida aumenta seu bem-estar e sua satisfação.
  • Realize: monte sua própria agenda de atividades diárias e coloque-a em prática imediatamente. Sem ação não há realização.

Flora Victoria, que é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, acaba de lançar o livro “O Tempo da Felicidade — Um Sabático para Priorizar os seus Objetivos e se Renovar”, pela Editora Harper Collins.

Por conta do momento delicado que estamos vivendo e para compartilhar o conteúdo do livro com um maior número de pessoas, Flora e a Editora Harper Collins fizeram uma ação para oferecer gratuitamente um exemplar físico do livro (o leitor paga apenas o custo do envio) entre os dias 27 de julho e 1 de agosto — termina neste sábado (1º)!

Capa livro o Tempo da Felicidade Divulgação

Siga nas redes sociais:
Facebook  |  Instagram

Colunas anteriores:
Os alimentos campeões para a saúde e a imunidade
Dicas para controlar a ansiedade e a compulsão alimentar

Loading...
Revisa el siguiente artículo