O legado de Naya Rivera em Glee

Por Omelete

Os fãs de Glee já sabem, mas é um mérito que a atriz Naya Rivera – morta aos 33 anos – seja lembrada por sua participação na série. Sua personagem, Santana, surgiu como a companheira maliciosa da principal líder de torcida do colégio, e ao longo da primeira temporada Rivera já conquistou um espaço próprio. Cabia a Santana, com sua voz rouca, fazer a latina de posição forte que combatia as hipocrisias que rondassem o coral da série de TV.

Santana trilhou um caminho interessante, porque no início da série ela estava no “topo”: o estereótipo da linda e magra, amiga da capitã do time, disputada pelos rapazes e invejada pelas garotas. Ao entrar para o Glee Club só para infernizá-lo, foi assumindo para si que aquele ambiente de arte era mais saudável que a competição do esporte. Desceu na pirâmide de popularidade, mas redescobriu sensações e prazeres que a fizeram, pela primeira vez, realmente feliz. A raiva, a maldade ocasional de Santana, escondiam uma homossexualidade apaixonada, ansiosa para chegar à superfície. E Glee, em essência, era sobre isso: aceitar o amor seja como ele for, e dar lições sobre tolerância nesse processo.

A de Santana foi diferente das outras trajetórias de aceitação que a série apresentou. Seus pais aceitavam que ela fosse lésbica, mas sua avó, não. Naya Rivera deixou sequências importantes sobre o quanto o amor das pessoas com quem você compartilha o sangue é importante, mas não imutável. Santana encontrou a felicidade ao final da série e cresceu como uma pessoa melhor.

FRASES

“Eu tentei! Velma era explicitamente gay no primeiro roteiro”

diretor James Gunn lembra que em Scooby-Doo não era ambíguo em relação à sexualidade da personagem, mas a versão que foi aos cinemas não cravou que Velma é gay

NERDÔMETRO

Sobe

The Batman: Além do filme estrelado por Robert Pattinson, uma série de TV vem aí, sobre a polícia de Gotham mostrada no longa

Desce

Monster Hunter: O filme de Milla Jovovich com o astro de lutas Tony Jaa foi adiado para 2021

Loading...
Revisa el siguiente artículo