A empresa para a qual você trabalha é ‘family friendly’?

Por Ivana Moreira

No Brasil, essa discussão é mais recente. Mas, nos países desenvolvidos, há muito o termo “family friendly” entrou no vocabulário do mundo corporativo. Empresas alinhadas com esse conceito são aquelas que levam em consideração o bem-estar da família de seus funcionários e estabelecem práticas que respeitam os compromissos dos pais com seus filhos. Elas entenderam que, quando as relações com a família vão bem, o funcionário trabalha melhor, rende mais.

Empresas amigas da infância

Por aqui, a conscientização sobre a importância de as empresas apoiarem pais e mães ainda engatinha. O primeiro ranking das “empresas amigas da infância” foi divulgado no ano passado, com apoio da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, instituição que atua na defesa de políticas para a primeira infância como instrumento de desenvolvimento social. Seis companhias entraram no ranking como bons exemplos que deveriam ser seguidos no mundo corporativo.

Ajudando os pais a serem presentes

Na avaliação do instituto GPTW (Great Place to Work), o principal diferencial dessas empresas é se importar de fato com as condições de vida do funcionário – o que envolve valorizar suas relações familiares. São empresas que oferecem, por exemplo, condições para que os pais estejam mais presentes na vida dos filhos pequenos – seja criando jornadas de horário flexível, seja criando espaço para as crianças dentro das próprias dependências.

Respeito às relações familiares

“A ciência diz que é impossível ajudar as crianças sem ajudar os adultos”, resume Jack Shankoff, do Centro de Desenvolvimento da Universidade de Harvard, nos EUA.  A citação está no e-book  “Apoiando Mães e Pais que Trabalham: Guia para Gestores em Tempos de Pandemia”, recém-lançado pela GPTW em parceria com a Bloom.  Agora que pais e mães passaram a trabalhar em home office por causa da pandemia do coronavírus, mais do que nunca as empresas precisam respeitar as relações familiares.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo