Respira, filho!

Por Ivana Moreira

Assim como os adultos, as crianças experimentam as mesmas emoções de estresse, ansiedade, preocupação, tristeza, raiva e medo à medida que aprendem e crescem. Mas a mente em desenvolvimento nem sempre sabe como processar, liberar ou categorizar adequadamente essas emoções. Portanto, precisamos ajudá-los a aprender, usando as ferramentas e métodos certos – e uma delas é respirar corretamente.

“Exercícios de respiração para crianças trazem benefícios como melhor controle das emoções, da capacidade de atenção e o foco”, explica a psicóloga Andrea Romão, especialista em reeducação emocional. “Quando fazem o exercício de respiração, elas sentem-se mais relaxadas e compreendem melhor o corpo, deixam de lado o estresse e os maus sentimentos.”

Segundo Andrea, neste momento em que a rotina está totalmente modificada – com aulas online, períodos mais longos no videogame, tédio e até preocupação por parte dos pequenos –, ensinar aos filhos como respirar corretamente pode trazer benefícios para a saúde. A psicóloga ensina como fazer isso:

  • Reserve 5 minutinhos por dia para praticar respiração com seu filho
  • Escolha um ambiente calmo, onde ele se sinta confortável e não
    seja interrompido. Coloque uma música agradável
  • Faça o exercício com ele (para dar exemplo e porque ele vai adorar sua companhia)
  • Sente seu filho em uma cadeira, com as costas retas. Peça que ele puxe o ar profundamente pelo nariz durante 4 segundos (conte o tempo), notando como o abdômen se expande. Depois, peça que ele deixe o ar sair enquanto fazem o “som da serpente”, um sibilar sonoro que deve durar o quanto eles conseguirem
  • Repita o exercício por três vezes.

A psicóloga Andrea Romão garante: os resultados são incríveis. Ao ensinar seu filho a respirar melhor, você estápotencializando o desenvolvimento e a qualidade de vida da sua criança

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo