Parasita é a...!

Por José Luiz Datena

Por que pensar tanto em correr pra acumular riquezas, se a maior delas está dentro de nós. Saúde e paz interna. Essa segunda, então, é aquela que a maioria dos políticos não tem quando agem contra o povo em benefício próprio. Perdem o sentido da vida a ponto de um ministro de estado chamar um trabalhador de parasita.

Parasita é o bicho que vive do hospedeiro, suga seu sangue até sua morte e provavelmente a dele também. Ministro Guedes, há muito mais milhões de parasitas com quem tu andas que com certeza no meio do honrado e honesto povo brasileiro que o senhor só enxerga como número.

Então, como dizia meu filósofo grego preferido, “parasita é a…”. Sei que ela não merece, mas quem diz coisas absurdas como essa, sim.

Milhares desses que o senhor chama de parasitas acordam de madrugada e pegam dois ou três até quatro desses ônibus ou trens nojentos, que carregam gente como gado, para levar um farelo que cai da mesa dos poderosos para rachar entre quatro ou cinco bocas famintas. Milhões desses parasitas passam fome sem nem mesmo ter direito ao farelo que sobra dos ricaços. Menos grave, afinal metade dos trabalhadores nem privada têm. Outros milhares morrem nos pontos de coletivos, baleados por malditos ladrões por causa de um celular comprado sabe lá em quantas vezes e que nem pago está para chamar o socorro que não vem.

Sua senhoria deveria acionar o cérebro e segurar a língua na boca antes de chamar brasileiros de verdade de parasitas. Parasitas perfumados, gordos de tanto roubar e sem consciência estão bem perto do senhor aí em Brasília. Então, quando quiser usar esse termo calhorda para qualificar um deles, fará um serviço à nação.

Loading...
Revisa el siguiente artículo