Um mês para experimentar outros modais

Por Pro Coletivo

Janeiro é um dos poucos meses do ano, especialmente nas grandes cidades, em que o burburinho urbano dá um respiro. O trânsito fica mais tranquilo e menos barulhento, o ar melhora um bocado, as pessoas parecem estar menos estressadas. Tudo flui para que a gente possa aproveitar (e enxergar) a cidade de uma outra forma, e rever nossos hábitos de mobilidade para melhor.

Esse é, definitivamente, o mês para experimentar novos meios de transporte, saindo da caixinha (carro). A bicicleta é um bom exemplo. Com ruas menos congestionadas, fica mais fácil sair pedalando pela primeira vez. Quem nunca andou de bicicleta pode contar com a preciosa ajuda do Bike Anjo (bikeanjo.org), rede de voluntários que auxilia gratuitamente, em várias cidades brasileiras e até em outros países, pessoas que querem aprender a pedalar ou buscam dicas e rotas para usar a bicicleta como meio de transporte.

A bike é o símbolo do transporte ativo, saudável, sustentável e econômico: não polui, é silenciosa, barata, prática e promove a saúde integral. De acordo com um estudo recente do ISGlobal (Instituto de Saúde Global) Barcelona, feito com 8.802 moradores de sete cidades europeias, a bicicleta é campeã em promover saúde física e mental. Seu uso frequente foi associado a efeitos positivos no corpo, na mente e nas relações sociais.

O transporte a pé é outro exemplo – e está aos nossos pés. Bastam um par de tênis e a vontade de descobrir novos caminhos e aproveitar a delícia que é chegar ao lugar desejado com as nossas próprias pernas. Quando você sai caminhando, consegue prever o tempo que leva para alcançar o seu destino e ainda consegue explorar outras visões da cidade, ao observar pessoas, prédios, a natureza ao redor e os pontos de lazer e serviços que muitas vezes passam despercebidos.

Os modais coletivos, como ônibus, metrô e trem, são básicos em qualquer cidade no mundo e devem ser conhecidos e usados por todos os cidadãos. Eles são a espinha dorsal das metrópoles, pois transportam muita gente e de uma forma econômica, eficaz e sustentável –sim, os ônibus elétricos já estão operando em algumas cidades brasileiras. Portanto, que tal aproveitar esse mês de janeiro para conhecer a funcionalidade do metrô, a capilaridade do ônibus e a rapidez do trem? Quem sabe você não deixa o carro de lado e começa o ano com o pé direito, mais calmo, saudável e feliz? Um ótimo 2020!

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo