Canguru no Metro: ‘Só amar não é suficiente’

Por Ivana Moreira

PARA AMAR MELHOR.

É preciso estudar para ser pai e mãe. Quem diz isso é a psicopedagoga Isa Minatel, autora dos livros “Crianças Sem Limites” e “Temperamentos Sem Limites”. “A gente precisa aprender sobre o ser amado para poder amar melhor”, diz a especialista, que tornou-se referência de educação parental nas redes sociais e vem percorrendo o país em palestras sobre criação de filhos.

A metáfora do peixe

Isa cita uma metáfora para explicar porque amar o filho não é suficiente. Conta a história do menino que ficou tão apaixonado por seu peixinho que, não querendo ficar longe dele, o tirou do aquário e dormiu abraçado com ele. O peixe, claro, morreu. O menino não sabia que longe na água aquele ser tão amado não sobreviveria.

Com os filhos, é o mesmo.

Não é questão de dinheiro.

Isa diz que se tornou uma “ativista” do movimento da educação parental porque sabe que a consciência sobre o assunto é transformadora em todas as classes sociais. “Não é uma questão de dinheiro”, explica. “Tendo conhecimento, todo mundo consegue resultado.” Embora fale para mães e pais, Isa diz que as mães têm o papel crucial de “curadoras da informação” dentro das famílias. “É uma questão cultural e até de natureza porque são as mães que parem.”

Manhãs Sem Limites

Referência no mundo on line, Isa Minatel escolheu fechar o ano com um evento presencial. No próximo domingo, vai receber pais numa edição especial do workshop Manhãs Sem Limites, em São Paulo. Seu objetivo, explica, é “transformar famílias”. O evento começa às 7h, na Casa Pompeia. Além dela, outras quatro educadoras parentais vão participar do trabalho com pais. Temas como disciplina positiva e o papel dos pais na terapia dos filhos estão na pauta. Inscrições para o evento devem ser feitas pelo www.sympla.com.br.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo