Dica do Núcleo Camaleão

Por Ana Luiza Freitas

O descarte correto de lixo eletrônico ainda é complicado e muita gente fica em dúvida de como e onde descartar. Nossa sugestão é descartar pilhas e bateriais no Camaleão (Núcleo de Negócios Sustentáveis), em Jardim da Penha, Vitória.  Eles mantêm um ponto de coleta em parceria com a startup Destine Já, especializada no descarte de todo tipo de resíduo. Faça a sua parte!   

Chef Marcos Livi lança projeto ‘A VIDA É PANC’

Com o objetivo de capacitar sua equipe para executar receitas com uma pegada mais saudável e sustentável e de sensibilizar os próprios clientes para a inovadora gastronomia biodiversa e sustentável, a Companhia de Gastronomia e Cultura do chef Marcos Livi (foto) lança, em setembro, uma novidade: o projeto “A vida é PANC”.

“São 16 receitas exclusivas, personalizadas e ajustadas ao conceito de cada estabelecimento da CGC”, explica Livi, que contou com a ajuda da nutricionista Irany Arteche, responsável pela criação do termo PANC, dado a plantas alimentícias não convencionais.  Dentre as criações que buscam reconectar o ser humano à sua base alimentar, são destaques a pizza de refogado de mangará (umbigo ou coração da bananeira); snacks de polvilho azedo com juçara e folhas PANC; pesto e vinagrete PANC para saladas, além de purê de banana verde com juçara e moqueca vegana de aipim com leite e polpa de coco.

Fiscalização de comércio ilegal de cactos

A captura irregular de espécies ameaçadas de extinção levou o Iema (Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e o Idaf (Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo) a unirem esforços para a preservação da flora. Um caso específico é o melocactus, mais conhecido como coroa-de-frade ou cabeça-de-frade, espécie que ocorre em áreas de restinga. Essa espécie, assim como bromélias e orquídeas, está na lista de espécies ameaçadas de extinção, tanto na estadual quanto na nacional. A orientação é de que as pessoas não adquiriram esses exemplares e denunciem o comércio ilegal. As denúncias podem ser feitas pelo 0800-0221117, da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social  ou pelo 181, da Polícia Ambiental.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo