A Liga da Justiça que nunca veremos no cinema

Por Omelete

Não é de hoje que o cineasta Zack Snyder está usando a rede social Vero para compartilhar fotos inéditas do set de “Liga da Justiça”. Porém, desde que o filme foi lançado e se tornou alvo de muitas críticas, alguns fãs torcem para que, assim como em Batman vs Superman, a Warner libere o corte do diretor.

A versão finalizada de Snyder virou uma espécie de mito nas redes sociais. Fãs foram para a frente do estúdio, vestidos como os heróis da Liga, protestar; mais de 130 mil pessoas assinaram uma petição exigindo a liberação do corte original; e até mesmo uma campanha de financiamento coletivo foi criada para arrecadar fundos para um documentário que investigaria o que deu errado com o projeto inicial do diretor.

Em abril deste ano, Snyder deu mais detalhes sobre a trama, afirmando que Lois Lane morreria, deixando o Homem de Aço frágil e vulnerável ao controle de Darkseid.

Porém, de acordo com fontes consultadas pelo blog Collider, o corte inicial do diretor era “inassistível” e foi um dos motivos para o seu afastamento.

A Warner nunca confirmou ou negou a existência dessa versão, mas Snyder deu a atender que ela realmente estava quase concluída. Nesta segunda, Jason Momoa, que fez o Aquaman no filme, disse que a versão do diretor é “irada”, aumentando ainda mais a polêmica sobre o filme que nunca veremos no cinema.

omelete frase da semana Reprodução
Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo