Canguru no Metro: Uma viagem pela história da paternidade

Por Ivana Moreira

Autor do livro “A Paternidade Faz a Diferença”, o psiquiatra Wimer Bottura Júnior propõe aos homens um reflexão sobre a relação que mantêm com seus próprios filhos a partir da história da paternidade – ou do desenvolvimento da sociedade pela ótica da paternidade.  “A construção da figura masculina começou desde que o homem socializou-se, na época em que prevalecia o poder da força física. Desde então, a sociedade evoluiu muito, mas houve poucas mudanças no que se refere à figura do macho”, diz ele.

Segundo Bottura Júnior, na questão da paternidade, os homens caminham a passos aritméticos. “Tem pai que ainda acha que participar da vida do filho é levar ao futebol”, afirma. “Participar é muito mais do que isso, é se dedicar à convivência diária, é demonstrar o afeto e a ternura que são a base para a segurança e auto-estima, com impacto direto na formação da personalidade de uma criança.”

Construir vínculos

O médico acredita que exercer a paternidade é uma das funções mais desafiadoras na vida de um homem. No entanto, ele não é preparado para esse exercício. “Os homens se espelham nos modelos que tiveram”, explica. Quem gostou da educação que teve, tentar repetir. Quem não gostou, tenta fazer o oposto. “Mas o que é preciso é escutar sem julgar, sem dar conselhos, sem intervir e sem interferir”, diz. “Fala-se muito em colocar limites, mas pouco sobre construir vínculos entre pais e filhos.”

Relações mais equilibradas

O médico costuma cobrar a presença dos pais quando atende crianças e adolescentes. “Na maioria das vezes, as mães estão sozinhas nos consultórios e nas reuniões da escola”, observa. “É uma realidade que precisamos mudar.” Para o psiquiatra, se cada homem se dedicar à sua própria modificação como pai, a consequência será filhos bem formados e uma sociedade mais equilibrada e feliz. Confira o vídeo da entrevista que Wimer Bottura Júnior deu à coluna no @MetroJornal. E Feliz Dias dos Pais!

A canguruonline.com.br é uma plataforma de conteúdo sobre primeira infância e prestação de serviços para pais e educadores. A coluna Canguru no Metro é publicada todas as terças-feiras, sempre neste espaço.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo