Detox digital: testei e aprovei as férias sem celular

Por Angélica Banhara

A bateria do celular acaba antes do previsto ou você fica sem sinal e, de repente, se sente como se tivesse sido transportado para outro planeta, isolado do mundo. Quem nunca? Como jornalista autônoma, meu celular é meu escritório: uso mais do que o laptop. E as redes sociais também são instrumentos de trabalho. Não é raro eu pegar o celular para dar uma checada rápida e acabar ficando muito mais tempo do que planejei…

Até por isso resolvi fazer, no ano passado, minha primeira experiência longe das redes sociais e do celular — um detox digital. Durante uma viagem de 10 dias com o maridão, coloquei o celular no modo avião e só me conectava ao wifi no fim do dia, para falar com os filhos. Adorei a experiência e decidimos levar a proposta para os filhos, de 13 e 17 anos, nas férias da família.

Para tornar a proposta mais atrativa, separamos o valor que usaríamos para algumas comprinhas de viagem e dissemos, ainda no aeroporto, que a quantia estaria disponível se eles topassem o desafio de deixar o celular de lado nas refeições e durante os passeios nas duas semanas de viagem. Aceitaram.

Eu cumpri à risca: sem cartão ou pacote de dados, coloquei o celular no modo avião ao decolar, só desativado na aterrissagem da volta. Wifi no hotel, só para checar a previsão do tempo e salvar mapas off-line de caminhos dos passeios — nada de redes sociais ou sites de notícias. Os meninos também mandaram bem, com poucas escorregadas. O maridão estava fora do desafio, pois precisava se manter conectado com o trabalho. Mas volta e meia ouvia de um dos meninos: “você, que propôs o detox digital, pára de olhar o celular.” Risos. Foi ótimo: desconectar da tela ajuda a mergulhar fundo no lugar e na cultura locais e aumenta a conexão entre os companheiros de viagem.

E você, já experimentou ficar uns dias longe da tela ou das redes sociais? Que tal aproveitar os últimos dias das férias para fazer o seu detox digital?

coluna angelica Nas férias, mais natureza e menos tecnologia pra recarregar as baterias
Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo