Viva Melhor: 7 atitudes que fazem bem para a saúde e o meio ambiente

Por Angélica Banhara

A vida saudável depende de um planeta saudável, concorda? Então, precisamos estar atentos no dia a dia para que nosso consumo seja consciente e nossas escolhas sustentáveis, gerando menos impacto ambiental.

Em homenagem ao recente Dia Mundial do Meio Ambiente, a nutricionista Alessandra Luglio, coordenadora do Departamento de Saúde e Nutrição da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), destaca algumas atitudes simples que fazem bem para nossa saúde e para o planeta.

  • 1. Aumente o consumo de alimentos de origem vegetal e reduza os de origem animal. A agropecuária tem grande impacto o meio ambiente: consome recursos naturais, e produz resíduos, detritos e CO2. No dia a dia, valorize as frutas, legumes, verduras, aposte nos cereais e leguminosas, que são ótimas fontes de proteína — a famosa dieta Plant Based, consenso entre médicos e nutricionistas — e deixe para consumir eventualmente produtos de origem animal.
  • 2. Evite produtos muito refinados, ultraprocessados. "No processamento, grande parte do que é a matriz alimentar (a parte nutritiva do alimento) é desperdiçada. E ainda há o impacto ambiental da produção de algo nutricionalmente pobre." Quanto mais íntegro e integral o alimento, mais sustentável ele é.
  • 3. Compre alimentos a granel, de preferência em feiras livres, sacolões e mercados municipais. Lá você encontra produtos mais frescos, tem chance de comprar direto do produtor e ainda reduz bastante o uso de embalagens, plástico e isopor.
  • 4. Evite o desperdício de alimentos. Aproveite as folhas, talos e cascas nas receitas: eles são fonte de fibras e nutrientes. Planeje as suas compras (compre só o essencial e indispensável, evitando grandes estoques). Prepare comida de forma otimizada, para ter o suficiente para a família sem sobra. Se sobrar, guarde para consumir na próxima refeição ou congele. E só coloque no prato aquilo que realmente vai comer.
  • 5. Priorize os alimentos produzidos na sua região. “Se você mora no Nordeste, procure consumir as frutas típicas locais. Isso evita o impacto ambiental dos grandes deslocamentos no transporte de alimentos.” Imagine o custo ambiental de um kiwi produzido na Nova Zelândia. Ou de uma pera que vem da Califórnia. Precisamos disso?
  • 6. Coma alimentos da estação, mais frescos, nutritivos e baratos. Cada alimento tem a sua época de nascer e florescer. Consumir as mesmas frutas e legumes o ano inteiro estimula uma logística que impacta o meio ambiente e gera uma monotonia alimentar, que não faz bem nem para a saúde, nem para o planeta. Mesmo porque, só consumimos 0,06% das plantas comestíveis disponíveis do planeta!?!?
  • 7. Evite consumir os peixes de pesca predatória. Existem épocas em que não se devem consumir certas espécies de pescado: chama-se "período de defeso", quando eles estão em época de reprodução.
Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo