Caminho para a cidadania

Por Pro Coletivo

Programas como o Pedibus, no exterior, e o Carona a Pé, no Brasil, reúnem pais e crianças para caminhar juntos rumo à escola

Em 1991, o australiano David Engwicht criou o Pedibus, projeto que agrega famílias que moram próximas para levar diariamente, e a pé, seus filhos à escola. O objetivo era ajudar a reduzir os níveis de poluição, evitar acidentes de trânsito e estimular nas crianças a mobilidade autônoma, sustentável e cidadã, com o conhecimento de regras de segurança.

Além desses benefícios, há muitas outras vantagens nesse programa, adotado em vários países: a participação ativa na vida da cidade e o ganho de responsabilidade, o exercício físico diário, que evita o sedentarismo e a obesidade, e a socialização natural. As caminhadas em companhia de outras crianças também são divertidas e educativas.
Os pequenos se familiarizam com o bairro e desenvolvem a empatia pelo outro, aprendendo sobre a importância da coletividade.

Já para os pais, há a aproximação com a escola, que é muito positiva, o relacionamento com outras famílias, que valoriza o sentido de comunidade, e a economia financeira e de tempo.

Suíça, Itália, França, Bélgica, Portugal, Holanda, Alemanha, Reino Unido, Austrália e Estados Unidos são alguns dos países que adotam o Pedibus ou o chamado Walking Bus em suas cidades. Para implantar o programa, basta que os pais se organizem e se revezem para caminhar diariamente com as crianças nos trajetos escolares.

No Brasil, um projeto similar surgiu em 2015, em São Paulo: trata-se do Carona a Pé, criado pela professora Carolina Padilha. Como acontece lá fora, no Carona a Pé as crianças também usam faixas que as identificam e caminham de mãos dadas, na companhia de adultos da comunidade escolar. Hoje o Carona a Pé acontece em três escolas particulares em São Paulo e em oito escolas municipais de Belo Horizonte, sempre com o monitoramento dos pais. “A pé a gente desenvolve um outro olhar para a cidade. Quanto mais a gente estiver circulando no espaço público e olhando um para o outro, mais vai aumentar a segurança e o senso de pertencimento a uma sociedade”, diz Carolina, a idealizadora desse programa inspirador. Se sua cidade ou escola tiver interesse em implantar o Carona a Pé, entre em contato com os organizadores pelo email [email protected]

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo