Viva Melhor: 75% dos brasileiros dormem mal

Por Angélica Banhara

Os médicos são unânimes: ter um sono reparador — ou seja, dormir bem, é fundamental para a saúde e o bem-estar. No entanto, 75% dos brasileiros apresentam queixas em relação ao sono, segundo dados Associação Brasileira do Sono (ABS). As principais reclamações estão relacionadas à insônia — episódios de falta de sono atingem metade da população — e à apneia do sono, que é interrupção do fluxo de ar pelo nariz ou pela boca por pelo menos dez segundos), que e atinge cerca de 40% dos brasileiros. Vale lembrar que a insônia é considerada um distúrbio do sono quando a dificuldade para adormecer ou permanecer dormindo durante toda a noite persiste por três meses.

“As pessoas que dormem mal têm mais riscos de desenvolver ou antecipar o aparecimento de doenças como hipertensão, diabetes, colesterol alto e problemas cardíacos”, afirma a neurologista Andrea Bacelar, presidente da Associação Brasileira do Sono (ABS). Sem falar no cansaço crônico e aa falta de energia decorrentes das noites mal dormidas…

O assunto esteve em evidência na última semana, por conta do Dia Mundial do Sono (15 de março). No Brasil, associação promoveu a Semana do Sono 2019 com o tema “Dormir Bem É Envelhecer com Saúde”.

Confira os principais sinais de que seu sono não vai bem

  • Dificuldade de concentração
  • Dificuldade para expressar emoções
  • Incapacidade para resolver problemas
  • Irritabilidade e alterações de humor
  • Problemas de memória
  • Sonolência excessiva durante o dia

Fatores que pode perturbar o sono

  • Questões ambientais (barulho, claridade, temperatura desconfortável)
  • Hábitos pouco ou nada saudáveis (falta de atividade física, ciclos irregulares de sono, excesso de álcool ou bebidas com cafeína)
  • Estresse
  • Fatores emocionais (depressão, ansiedade)
  • Menopausa
  • Problemas de saúde
  • Alguns medicamentos
  • Trabalho por turnos
  • Alteração de fusos horários

Quer saber mais? Clique aqui e baixe a Cartilha do Sono, elaborada pela Associação Brasileira do Sono

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo