Perigos de óleo no mar

Por Ana Luiza Freitas

O derramamento de óleo no mar é um tipo grave de poluição causado, principalmente, por navios ou plataformas. É considerado um dos mais graves e problemáticos acidentes ambientais no mar. Para o gerente executivo do Sindiopes (Sindicato dos Operadores Portuários do estado do Espírito Santo), Marcos Lopes, apesar dos significativos avanços tecnológicos nas atividades de exploração, armazenamento e transporte, existe a possibilidade de um acidente acontecer. “As consequências devem ser reduzidas e, para tanto, o Plano de Contingência é uma ferramenta fundamental, que disponibiliza recursos para resposta a eventos de poluição por óleo no mar, nos diversos níveis operacionais”, explica.

Coworking médico

Um conceito de coworking exclusivo a profissionais da saúde, com consultórios prontos para as variadas especialidades, abre as portas neste mês, na Praia da Costa, em Vila Velha. Além de consultórios individuais certificados pela Vigilância Sanitária, o MediMaxi oferece rampas de acesso, elevador, banheiros adaptados e circulações amplas e confortáveis, facilitando o atendimento aos diversos públicos. A sustentabilidade está muito ligada ao modelo de negócio do coworking, já que o compartilhamento de serviços em um ambiente comum propicia a redução de recursos desperdiçados nos modelos convencionais. O uso do espaço custa ao profissional apenas a tarifa referente ao tempo em que  o mesma utilizou a estrutura, sem cobranças adicionais. Não há participação sobre o preço da consulta ou procedimento, nem interferência no valor cobrado aos pacientes.

Fábrica dos sonhos

Reaproveitar materiais e transformar o que é considerado lixo em brinquedos destinados a crianças e adolescentes de instituições socioassistenciais. Esse é o objetivo do projeto “Fábrica de Sonhos”, desenvolvido pela Secretaria de Justiça na Paes (Penitenciária Agrícola do Espírito Santo). Os brinquedos, entre eles carrinhos, guarda-roupa e pequenas camas de madeira, são produzidos com paletes. Já as bonecas de pano, são feitas com retalhos de tecidos. Na fábrica, atuam 20 detentos que cumprem pena na unidade prisional. O trabalho inclui, ainda, uma linha de brinquedos especiais para autistas.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo