Juiz assassinado não é lembrado como Marielle

Por Cláudio Humberto

Já se organizam em todo o País eventos para lembrar o primeiro ano da morte da vereadora Marielle, em 15 de março. Mas outro crime brutal completará 16 anos na véspera, em 14 de março, com tudo para passar em branco: o assassinato do juiz Antonio José Machado Dias, da Vara das Execuções Penais de Presidente Prudente. Juiz decente, rigoroso, que não dava mole para bandidos, ele foi executado aos 48 anos a mando da organização criminosa que controla presídios.

Erro crucial

O ex-Alckmin ofereceu um presídio de segurança máxima paulista, onde estava o comando do PCC, para receber o traficante Beira-Mar.

Sentença de morte

Rigoroso, o juiz não cedia à pressão para transferir presos da facção e para facilitar a vida de Beira-Mar. Sua morte foi sentenciada.

Prêmio e castigo

Presos, os bandidos “Funchal”, “Ferrugem” e “Chocolate” têm pensão vitalícia de R$ 5 mil da organização criminosa pelo assassinato do juiz.

Silêncio constrangedor

Geraldo Alckmin nunca admitiu o erro de colocar Beira-Mar no mesmo presídio onde estava o comando da facção criminosa.

CEO da Disney faz visita a Brasília… pela Fox

O principal executivo do conglomerado Disney, Roberto Iger, visitou Brasília nesta terça (12) para participar de reunião no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), que examina grandes aquisições e fusões para evitar concentração e monopólio. Ele veio tratar da compra, pela Disney, do grupo 21st Century Fox, dono de estúdio de cinema, canais de TV a cabo etc e subsidiárias. Incluindo os canais Fox no Brasil. O que está “pegando” é a inclusão, no pacote, da FoxSports.

Fiscalização

Órgãos de controle de concorrência nos Estados Unidos implicaram. A Disney, que é dona dos canais ESPN, queria controlar a FoxSports.

Conflito

A Disney queria a FoxSports, 3ª potência dos canais esportivos no Brasil, atrás de SporTV e ESPN. Mas poderia virar concentração.

Outro assunto

A visita de Roberto Iger coincide com os planos do DF de atrair parque temático Disney para Brasília. Mas a visita não teve esse objetivo.

Crime sem castigo

Documentos de 2017 e 2018 mostram que a Vale sabia do iminente “colapso” (rompimento) da barragem de Brumadinho, que matou quase 350 pessoas. E não fez nada, nem mesmo afastou a população do perigo. Apesar disso, nenhum diretor da Vale foi preso ainda.

Apoio a Lava Jato

Pesquisa Paraná revelou que 77,2% dos brasileiros acreditam que as ações da Lava Jato contra a corrupção vão aumentar este ano e 65,7% acham que a operação é justa. Apenas 10,3% veem algum excesso.

Melhor evitar

A Latam decidiu cobrar 15 dólares (quase 60 reais) de quem pretenda marcar o assento em voos internacionais, mesmo no balcão de check-in. A chantagem é: ou paga ou entra no sorteio automático, criado para separar famílias. A “agência reguladora” Anac, claro, faz que não vê.

Governo sem voto

Em Brasília, o governador Ibaneis Rocha (MDB) ficou perplexo com a iniciativa do ministério público, que reuniu blocos para fixar regras e horários aos blocos no Carnaval. Como se não houvesse governo.

Sem demora

Enquanto o Brasil levou 1 ano e 7 meses para julgar e condenar Lula só no caso do tríplex, em apenas 2 meses a justiça americana julgou e condenou a prisão perpétua o supertraficante ‘El Chapo’ Guzman.

Celeiro do mundo

A Conab divulgou dados sobre a área plantada no Brasil e os números comprovam a tese de celeiro do mundo. Apenas 41 países são maiores que os 626 mil km2 de área plantada estimada para a safra 2018/2019.

Claques fora

A Câmara dos Deputados restringiu o acesso ao salão que precede o plenário. É que em dias de matérias polêmicas a área acaba invadida por mortadelas e lobistas. Agora só entram deputados e servidores.

Tudo certo, mais ou menos

A divisão das comissões entre partidos no Senado parece ter sido feita em acordo, mas ninguém esquece o vexame na eleição do presidente da Casa. Vale lembrar que eleição nas comissões também é secreta.

Pensando bem…

… sabendo do risco de rompimento dois anos antes, a Vale assumiu o risco de matar, como o irresponsável que bebe antes de dirigir.

poder sem pudor Reprodução
Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo