Fique atento ao check-up em idosos

Por Edimilson Migowski

Ter mais de 60 anos, não significa mais o fim do ciclo profissional e pessoal. Porém, para isso, é fundamental cuidar da saúde e fazer exames com frequência. Na terceira idade, os riscos de doenças crônicas e degenerativas aumentam, mas a boa notícia é que, quanto mais precoce o diagnóstico, maior o sucesso no tratamento.  Complementando o grupo de colunas sobre check-up, falaremos sobre os exames mais importantes para esta faixa etária.

PÍLULA

Exames

Os exames de sangue permitem o diagnóstico de anemias, infecções, doenças autoimunes e até mesmo alguns tipos de câncer, como as leucemias. A glicemia avalia a quantidade de açúcar no sangue, permitindo diagnosticar e tratar os pacientes com diabetes ou pré-diabetes. A desintometria óssea indica perda de massa óssea, importante para a detecção precoce de osteoporose e dos riscos de fraturas. As mulheres devem fazer este exame a partir da menopausa, e os homens, a partir dos 60 anos. O exame de próstata é muito importante para a detecção de alterações perigosas, como câncer de próstata. O eletrocardiograma é essencial para detectar a presença de problemas no coração, que estão entre as principais causas de morte de idosos.

Especialista                

Cada vez mais os idosos praticam esportes, trabalham, movimentam a economia, viajam e têm uma vida social cheia de atividades. Ainda bem, não é mesmo? Assim,  é importante não se esquecer de procurar um especialista que o ajude a ficar de olho em sua saúde. No caso dos idosos, o médico mais recomendado para o avaliar e solicitar a realização desses e outros testes é o geriatra, especializado nos cuidados para a terceira idade. Fique Bem,
cuide-se bem e siga o Instagram @edimilson.migowski.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo