Atenção ao check-up feminino

Por Edimilson Migowski

Hoje abordaremos o check-up para as mulheres, que, em geral, são mais preocupadas com a própria saúde do que os varões. Muitas vezes, essa atenção diferenciada refere-se aos problemas ginecológicos, deixando fora outras questões. Segundo dr. Antonio Carlos Worms Till, diretor do Vita Check-up Center, é importante o acompanhamento com um ginecologista, pois algumas das principais doenças que podem acometê-la são o câncer de mama e o de colo de útero. Porém, uma das “epidemias” atuais é a doença coronariana, que pode levar ao infarto do miocárdio, a maior causa de morte feminina em nossa sociedade.

Exames de rotina

O check-up feminino deve ser realizado a partir dos 35 anos, de forma semelhante aos homens. A avaliação ginecológica, parte do check-up periódico de saúde, deverá ser feita no mínimo anualmente desde a adolescência, visando o exame das mamas, da vagina e do colo do útero, e à realização da coleta de material para o exame preventivo, que deve seguir até o final da vida.

Ao fazer o check-up, a mulher realizará exames e avaliações, tais como: exames laboratoriais, exame clínico, cardiológico, oftalmológico, avaliação nutricional com orientação alimentar, avaliação de estresse emocional, audiometria, prova de função respiratória e RX de tórax, teste ergométrico em esteira, ecocardiograma com Doppler, mamografia e vários outros.

Hábitos saudáveis               

Muito importante também são as orientações fornecidas, visando hábitos saudáveis que as levem a ter uma vida melhor e mais longa, tais como: manter uma alimentação rica em fibras e pobre em gorduras, não fumar, fazer atividade física regular etc. Fique Bem, cuide-se bem e siga o @edimilson.migowski.

*Professor de Medicina e presidente do Instituto Vital Brazil, Dr. Edimilson Migowski escreve às quartas-feiras. Com Breno Rodrigues e Thayany Melis.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo