Mais incentivo ao uso de bike

Por Ana Luiza Freitas

A produção de bicicletas avançou 15,9% em 2018 e as cidades, mais do que nunca, precisam de alternativas para deslocamentos, como ciclovias. Nesse viés, a Lorenge, conectada com o futuro, avalia que para cada ciclista, haverá um veículo individual a menos circulando. Sendo assim, seus empreendimentos vêm com bicicletários internos, além de vagas externas nas calçadas e sistema de compartilhamento de bicicletas (bikesharing). Outra solução para a sustentabilidade são os empreendimentos de uso misto, que podem reunir moradia, trabalho e entretenimento em um só lugar. Nessa linha estão os empreendimentos Facilità Camburi.

bikesharing Divulgação

Energia solar é mais econômica
Um aquecedor solar gasta R$ 0,0035 por litro de água aquecida, enquanto um aquecedor a gás, R$ 0,64, e um chuveiro elétrico, R$ 0,89. Reduza custos de sua empresa, utilizando sistemas de aquecimento solar para alimentar chuveiros e torneiras de água quente. Fica a dica!

Embalagens reutilizáveis
Alimentos fora de bandejas de isopor, copos de vidro, sacolas, prefira produtos que podem ser usados, lavados e reutilizados, ao invés de serem descartados, após a utilização. Essa é uma tendência em curso no mercado em geral, pois reduz a quantidade de lixo na coleta e aterros.

Parceria com cooperativas
Faça parceria com cooperativas de recicladores em sua cidade e doe os resíduos gerados no dia a dia para elas. Dessa forma você estará reduzindo o volume de resíduos na coleta, lixões e aterros sanitários e, ainda, vai apoiar a atividade produtiva e remunerada dos recicladores de resíduos, que fornecem tais materiais para as indústrias de reciclagem.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo