465 anos de pulsante mobilidade: Uma cidade bem mais atrativa e interessante aparece para quem decide andar a pé

Por Pro Coletivo

Falar da mobilidade brasileira é falar também do vaivém da maior cidade da América Latina: São Paulo está constantemente em movimento e é nessa metrópole incansável que muitas das boas ideias no campo da mobilidade surgem e depois se espalham pelo Brasil, caso dos aplicativos de carros e bikes, das bicicletas sem estações e dos sistemas de caronas.

Para comemorar o aniversário de 465 anos dessa frenética capital, a Secretaria de Cultura, em conjunto com a CPTM e o Metrô, decidiu estender o horário de funcionamento de alguns museus até a meia-noite do dia 25. Para garantir o acesso à programação, todas as estações de metrô e trem estarão abertas até 1h da manhã. Confira algumas atrações e divirta-se nesta festa:

• Na estação Sé, a exposição “Sampa Visto de Cima”, do fotógrafo Marcelo Sonohara, traz belas e inusitadas imagens da capital paulista. A mostra pode ser vista no mezanino.

• Até o dia 26 de janeiro, o Metrô faz uma homenagem ao aniversário da cidade, iluminando duas estações da Linha 2-Verde com as cores da bandeira municipal (verde, vermelha, amarela e branca). O trabalho foi realizado, sem custo, com material da própria companhia e pela equipe de manutenção do Metrô. A iluminação poderá ser vista no teto da estação Trianon-Masp e na fachada externa da estação Sumaré.

• O projeto “Viajando por São
Paulo com Adoniran Barbosa”
,
do Metrô, recebe 52 imagens mostrando como o músico fez sua história não só no Jaçanã, mas em toda a cidade. A mostra fica até o dia 31 na estação República, da linha 3-Vermelha.

• Os museus que vão funcionar até a meia-noite no feriado de 25 de janeiro também terão entrada gratuita na data e programações superespeciais. São eles o Museu da Imigração, a Pinacoteca (que, além de atividades diversas, contará, das 10h à meia-noite, com vários food trucks no estacionamento), o Museu da Imagem e do Som (que terá um evento pré-carnaval no dia 25, das 11h à meia-noite), o Museu Catavento, o Museu da Diversidade Sexual, o Museu de Arte Sacra, o Museu da Casa Brasileira, a Casa das Rosas e o Museu do Futebol.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo