Uma celebração de quadrinhos sem igual

Por Omelete

Se a cidade de São Paulo já havia ganhado nos últimos dias uma celebração de quadrinhos importante e representativa na exposição em cartaz no MIS, essa festa continua dentro da CCXP. Espaço tradicional no coração do SP Expo, o Artist’s Alley receberá neste ano mais de 540 quadrinistas em 352 mesas – onde os visitantes podem conversar com roteiristas e desenhistas, adquirir originais, conseguir autógrafos e desenhos únicos.

Os destaques ficam por conta dos convidados internacionais. John Romita Jr., David Michelinie, John Cassaday e David Lloyd são alguns dos grandes nomes que vêm pela primeira vez à convenção brasileira. “Romitinha” e Michelinie são personagens importantes da história dos quadrinhos da Marvel: o primeiro trabalhou com Frank Miller em uma história que redefiniu a origem do Demolidor, e por anos foi o desenhista titular da HQ do Homem-Aranha (personagem que marcou a carreira de seu pai, o lendário John Romita Sr.). Já Michelinie é co-criador de Venom, o vilão do Aranha que ganhou um filme solo em 2018, e de personagens como Scott Lang, o Homem-Formiga do cinema.

Cassaday e Lloyd, também desenhistas, marcaram época em obras distintas. O primeiro ganhou o prestigiado prêmio Eisner por sua fase desenhando os X-Men do roteirista Joss Whedon no título “Surpreendentes X-Men” nos anos 2000 (que saiu no Brasil em encadernados da editora Panini). Já Lloyd desenhou a HQ “V de Vingança”, de Alan Moore, e é o responsável pelo icônico visual do anarquista V na graphic novel (acima), hoje um emblema de movimentos de contestação como o Occupy Wall Street, especialmente depois do lançamento do filme, em 2005.

omelete Reprodução

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo