Ensino mão na massa

Por Ivana Moreira

Cada vez mais educadores e pais se engajam na causa da aprendizagem criativa, uma filosofia de “ensino mão na massa”, que valoriza abordagens educacionais inovadoras, utilizando recursos e ferramentas que fazem parte da realidade das crianças. Leo Burd, que é pesquisador do MIT, nos Estados Unidos, e diretor do Programa Lemann de Aprendizagem Criativa, costuma dizer que o Brasil já tem iniciativas muito qualificadas nesta área. O desafio agora é conectar  educadores, artistas e empreendedores envolvidos nestes projetos para fortalecer a proposta da aprendizagem criativa no país.

Fundador do Explore, um espaço recém-inaugurado em São Paulo, Guilherme Rodrigues Alves lembra que o mundo atual exige uma educação que fortaleça as competências emocionais dos pequenos. Ou seja: as habilidades para lidar com as próprias emoções, se relacionar com os outros e atingir objetivos como autonomia, criatividade, empatia e pensamento crítico.

Informação x conhecimento

Segundo Alves, o avanço da tecnologia e a globalização criaram um cenário de volatilidade, incerteza, complexidade e ambiguidade. Hoje, as crianças têm acesso praticamente irrestrito à informação. Mas é preciso transformar toda essa informação em conhecimento.

No Explore, que recebe crianças e adolescentes na faixa entre 7 e 14 anos, os pequenos são estimulados a aprender através de descobertas em três áreas: tecnologia, arte e corpo. São mais de trinta atividades extracurriculares que os “explores” podem fazer sem se submeter a uma grande fixa. A criança pode querer ter aula de música ou culinária num dia e no outro dança ou teatro. Ou ainda robótica ou criação de produtos. É ela quem define o que vai fazer.

Processo autônomo

O empreendedor explica que trata-se de um processo educativo autônomo, guiado pela curiosidade das crianças. Quem mora em São Paulo tem a chance de levar os filhos para experimentar o espaço, que fica no Alto da Boa Vista, gratuitamente até o dia 07 de dezembro. Basta entrar no site explore.com.br para saber como agendar a experiência.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo