Ouvidor

Por Rose Guglielminetti

Obedecendo a uma recomendação do MP (Ministério Público), a Mesa Diretora da Câmara de Campinas decidiu fazer alterações em uma resolução da Casa que trata da Ouvidoria. A nova regra define de que o cargo de Ouvidor do Legislativo seja ocupado sempre por um servidor público efetivo de órgão, o que não acontece hoje. O atual ouvidor da Câmara é Tadeu Marcos, irmão do prefeito Jonas Donizette (PSB), que deverá permanecer no cargo por ser um funcionário de carreira.

Idosos

O projeto do vereador Luiz Henrique Cirilo (PSDB), que prevê a instalação de um sistema de câmeras conectadas à internet nas casas de repouso da cidade, foi debatido ontem na Comissão do Idoso da Câmara. O projeto obriga as instituições

privadas destinadas à permanência de idosos a instalarem sistema de câmeras conectadas à internet em suas dependências internas e áreas comuns para que seus familiares ou responsáveis possam acompanhar em tempo real o cotidiano dos internos.

O projeto, no entanto, faz algumas ressalvas. Diz que as imagens só poderão ser disponibilizadas a terceiros mediante ordem judicial e que as câmeras não poderão ser instaladas em banheiros, vestiários, quartos e consultórios.

Requerimento

O vereador Nelson Hossri (Podemos) disse ontem, durante a audiência sobre o Orçamento 2019, que a Secretaria de Assistência Social deve informar quais entidades serão beneficiadas no próximo ano. O vereador reclama que a Lei Orçamentária informa que vai disponibilizar R$ 211 milhões para a secretaria, mas não diz como será a distribuição dos recursos.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo