Jonah Hill e Emma Stone estrelam a novidade de Cary Fukunaga na Netflix

Por Omelete

Nova série sensação da Netflix, “Maniac” vai além de ser só o reencontro de Jonah Hill e Emma Stone – cujas carreiras devem muito a “Superbad”, há mais de dez anos. Vai além também de ser só o novo projeto do idealizador de “True Detective”, Cary Fukunaga. Mistura inesperada de “Black Mirror” e “Stranger Things”, “Maniac” também desafia os sentidos, com sua proposta de experiência sensorial na telinha.

A ideia de sublimar sentidos está no centro da série de ficção científica. Stone e Hill fazem dois tipos melancólicos que servem de cobaia de um estudo sobre o cérebro humano que promete reestruturar suas funções neurológicas de defesa. A série se organiza como uma história de mistério e talvez conspiração, envolvendo a indústria farmacêutica, e é uma montanha-russa de sensações estranhas. Fukunaga dirige os dez episódios, em que a própria realidade é colocada em questão a partir do ponto de vista dos dois protagonistas.

Ainda que não dê muitas pistas em seus dois capítulos introdutórios sobre quais caminhos a trama segue, “Maniac” entrega o suficiente para que o público se envolva com seus dois protagonistas e queira acompanhar a jornada – por mais que ela pareça desconectada, apática e francamente surtada de início.

omelete Arte / Metro Jornal

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo