Cirurgia Plástica: como escolher o hospital, o médico e os insumos?

Por Edimilson Migowski

O Brasil já foi o campeão em número de cirurgias plásticas. Recentemente, perdeu o posto para os Estados Unidos. Ainda assim, os números são impressionantes.  De acordo com um levantamento da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, o Brasil realizou 1,22 milhão de procedimentos em 2015, o que significa cerca de 3.342 cirurgias plásticas por dia, ou mais de duas por minuto.

PÍLULAS

Cautelas
A cirurgia plástica é uma técnica que serve para melhorar a aparência física, harmonizar o rosto, esconder cicatrizes, remodelar o nariz etc. No Brasil, muitas cirurgias plásticas são feitas de forma ilegal ou em locais com pouca ou nenhuma infraestrutura. Isso é arriscado, pois podem surgir complicações como infecção, reações à anestesia, trombose ou rompimento dos pontos. Por isso, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica recomenda que intervenções plásticas sejam feitas em hospitais por médicos especialistas. Caso o seu cirurgião atenda em clínica, verifique quais os procedimentos tomados para o caso de emergências, se certifique quanto à estrutura local e sobre transporte de transferência para hospitais de referência.

Pesquisa
É sempre bom buscar referências antes de tomar uma decisão. Peça uma indicação para parentes, amigos ou profissionais de saúde, informe-se e pesquise bastante antes de tomar uma decisão! No sábado, às 11h30, na TV Band, Cirurgia Plástica será o tema do programa “Fique Bem!” Siga o @fiquebemoficial e fique por dentro. Fique bem, cuide-se bem!

 

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo