5 HQs da Bélgica para ler antes do jogo contra o Brasil

Por Omelete

Na Rússia, o Brasil enfrenta na sexta a Bélgica, um país que conta com mais tradição nos quadrinhos do que no futebol. Com um estilo de desenho bem característico, essas HQs fizeram sucesso não apenas em seu país de origem, mas chegaram até Hollywood, ganhando adaptações em animações, games e filmes.

Confira cinco HQs belgas: 

“Thorgal”: Criada por Jean Van Hamme e Grzegorz Rosinski em 1977, a HQ de fantasia é uma mistura de mitologia nórdica com ficção cientifica – explorando temas de aventura, drama e até terror.

“Spirou e Fantasio”: A série é publicada desde 1938, quando foi criada por Rob-Vel. O título, que já sofreu inúmeras mudanças, segue dois jornalistas aventureiros que encontram diversas aventuras fantásticas.

“Lucky Luke”: A série de velho-oeste é uma das mais famosas dos quadrinhos. Criada por Morris em 1946, a HQ é focada em um pistoleiro tão rápido que é capaz de atirar mais rápido que a própria sombra.

“Os Smurfs”: As pequenas criaturas azuis fizeram sua primeira aparição como coadjuvantes no quadrinho “Johan et Pirlouit” em 1958, criadas por Peyo. Fizeram tanto sucesso que um ano depois ganharam uma revista própria.

“Tintim”: O jornalista aventureiro foi criado por Hergé. Lançado em 1929, a série acompanha as investigações do protagonista e seus parceiros, como o cão Milu e o Capitão Haddock.

FRASE DA SEMANA

“Neymar é patético”

Matthew Lewis, o Neville Longbotton da série “Harry Potter”, foi bombardeado por criticar o camisa 10 da seleção brasileira, aquele que está sempre girando no chão.

NERDÔMETRO

Sobe: Netflix – Segundo estudo publicado pela especializada Variety, a empresa de streaming ultrapassou a TV aberta e já é a plataforma mais utilizada para ver
algo na TV nos Estados Unidos.

Desce: “Doctor Who” – Cenas da 11ª temporada do programa da BBC vazaram e agora as autoridades correm atrás dos infratores tanto no Reino Unido quanto nos Estados Unidos, onde estavam os arquivos.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo