Conhecer e desfrutar

Por Vânia Goulart

Tudo na vida começa quando você se dispõe a conhecer e aprender coisas novas. Para falar, andar, enfim, todos os aprendizados acontecem dessa maneira. Veja a criança: está ávida a experimentar, admirando todos à sua volta, aberta a conhecer e aprender. E você? Está aberto ao novo? Ou acha que já aprendeu tudo que lhe era necessário e não está atento às novas possibilidades?  Neste mundo em total movimento, é preciso aprender, desaprender e novamente aprender. Mas você precisa se permitir conhecer e desfrutar desse conhecimento adquirido.

Vamos começar pelo conhecimento. Afinal, o que é conhecer? Qual é a sua desculpa para não se permitir enfrentar e conhecer algo novo? Medo? Dificuldade de se abrir? Prefere ficar onde está? Sente-se em um lugar bastante confortável?

No início, tudo aquilo que não se conhece parece ser ameaçador. Gasta mais energia, e, por isso, a tendência natural é evitar o desconhecido. O cérebro evita o estresse do novo, procurando economizar energia. Cada decisão de enfrentar o novo, mudar de rumo, rompe com o calor do seguro e conforto da realidade já conhecida e, principalmente, testada.

Apesar disso, é possível identificar várias pessoas em um lugar de dor e sofrimento, como drogas e abusos, mas sem força para buscar algo novo. E a que podemos atribuir isso tudo? Essa inércia é desafiadora. Ao mesmo tempo, nos cega, bloqueia os sentidos.

Desfrutar é consequência, pois só se desfruta de algo que se conhece e se envolve. O momento de desfrutar vem após o conhecimento. Minha bisavó falava: “Quem nunca viu não sabe o que é; e quem já viu não estranha, já conhece”. Portanto, para saber o que é, é preciso conhecer e, depois, saber desfrutar.

O conhecimento é o único caminho para o prazer e o poder de desfrutar. Quando estamos abertos e disponíveis, várias oportunidades aparecem. Na vida pessoal e na profissional, é importante manter-se em movimento! Foque em seu caminho, não se deixe paralisar! Errar e não gostar do que conheceu é a única maneira de seguir em frente e não voltar mais a esse ponto. Não se permitir encarar o novo é um caminho de ignorância, mesmice, limitações. Abra sua mente e solte-se no conhecimento.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo