Definido o candidato do PT a presidente: Haddad

Por Cláudio Humberto

O ex-presidente Lula, que toma as principais decisões no PT de dentro da cadeia, bateu o martelo: o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad será mesmo o candidato do partido à presidência da República, em outubro. Até oficializar Haddad, a estratégia é divulgar que Lula vai disputar: seu eleitorado majoritariamente desinformado ignora os impedimentos legais para o registro da sua candidatura na Justiça.

Vice será de Minas

Além de definir Haddad, Lula planeja repetir a mesma solução da sua própria candidatura: buscar o vice em Minas Gerais.

Walfrido cotado

Um dos nomes mais citados para ser vice de Haddad, na “chapa pura” do PT para presidente, é o ex-ministro Walfrido Mares Guia.

Por que não será Lula

Lula está barrado pela Lei da Ficha Limpa, sem contar que a Justiça Eleitoral descarta o registro de candidaturas de corruptos condenados.

Distância de Ciro

Com Haddad candidato, Lula pretende dar sobrevida ao PT, e o seu desejo da manter distância de Ciro Gomes (PDT) ajudou muito.

Atravessadores temem a concorrência do etanol

As distribuidoras de combustíveis, que atuam como atravessadores, são contra a venda direta de etanol aos postos. Temem perder mercado e dinheiro porque temem a concorrência. E ainda arrumaram um estudo do Grupo de Pesquisa Esalq-Log, da USP, divulgado em São Paulo, para dar “substância acadêmica” aos seus interesses. O “estudo” alega que a produção nordestina é “residual” e que a venda direta só beneficiaria São Paulo e o Sudeste. Tudo conversa fiada.

Lorotas ‘acadêmicas’ S/A

Atravessadores insistem que produtores sigam obrigados a entregar-lhes o etanol. “É bom para vocês”, insinuam, na maior cara de pau.

Distância ajuda

O “estudo” da Esalq ignora que no Nordeste são curtas as distâncias (em média de até 60 km) entre as usinas para os postos mais distantes

Atravessadores S/A

Hoje, o etanol viaja centenas de quilômetros até as distribuidoras, que trocam de nota fiscal e o mandam de volta para o posto no outro lado na rua da usina.

Qual é a sua?

Muita gente intrigada pretende interpelar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, sobre sua manobra para rejeição do pedido de urgência do projeto sobre a venda direta de etanol. Atravessadores adoraram.

Vai para a coleção

Ciro Gomes foi condenado outra vez. A juíza Antonia Dilce Feijão, da 36ª Vara Cível, condenou o pré-candidato a presidente a indenizar o então vice-prefeito de Fortaleza Gaudêncio Lucena, que ele ofendeu.

Crime a pé

O Senado aprovou projeto que suspende por 5 anos a habilitação de quem usar veículo para cometer crimes. Ufa, que alívio! Bandidos, conscientes, evitarão dirigir quando decidirem roubar ou matar alguém.

T de Trilhão

A expectativa de arrecadação de impostos federais até o fim do ano, em todo o país, é de R$ 2,389 trilhões. São Paulo representa 37,4% do total. O Rio, 13,78%. O governo já extraiu R$ 406 bilhões de SP em 2018.

Lobby das seguradoras

O Senado analisa proposta para obrigar a implantação de chips para rastrear armas vendidas no país. Se o mesmo fosse feito em veículos, haveria queda nos roubos e nos seguros, mas o lobby contra é forte.

Só para políticos

Profissionais de relações institucionais, que fazem lobby e não tráfico de influência, foram encaminhados à Polícia Legislativa do Senado para “trocar os crachás”. Mas era mentira: apenas foram recolhidos.

Ficou por isso mesmo

A estatal de águas Caesb garante não ter embolsado
R$ 76 milhões da criminosa tarifa extra de 40%, imposta à cidade durante a crise hídrica. Brasília foi a única capital do país e do planeta sob racionamento. No caixa dos outros incompetentes da Adasa ainda restam R$ 11 milhões.

Todos querem ser polícia

A Constituição só cita as polícias militar, civil, federal, rodoviária e ferroviária federal, mas após os seguranças do Congresso virarem “polícia legislativa”, guarda municipal quer ser agora “polícia municipal”.

Pensando bem…

…após a alegria com a goleada da Croácia, Neymar & cia não têm o direito de entristecer os brasileiros nesta sexta-feira.

cláudio humberto Arte / Metro Jornal
Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo