Marcio Atalla dá dicas para trocar gordura por mais movimento

O Brasil está cada vez mais gordo: 54% da população está acima do peso e a obesidade atinge 20% dos adultos no país. Para o educador físico Marcio Atalla, o principal fator para o aumento da obesidade é a diminuição do movimento no nosso dia a dia. "O controle remoto, as escadas rolantes e a tecnologia do conforto geraram uma redução de 70% a 80% de movimento do ser humano nos últimos 30 a 40 anos’’, conta. A saída para reverter essas estatísticas: se movimentar mais.

"Estudos mostram que, ao substituir duas horas do seu tempo sentado pelo mesmo tempo em pé, você já aumenta o gasto calórico e diminui os riscos de problemas cardíacos e diabetes”, diz Atalla.

Para o especialista, o segredo está na freqüência. "É importante observar a rotina e ver que tipo de movimento conseguimos incluir com regularidade.” Não precisa ser aula de ginástica ou academia: valem pequenos deslocamentos ao longo do dia, subir escadas e até falar ao telefone de pé.
Um jeito simples de incluir mais movimento no dia a dia para ganhar saúde e gastar calorias é acumular passos.

O desafio: 10 mil passos todos os dias!

aplicativo caminhar Reprodução

"Com 10 mil passos você já é considerado ativo. Hoje, o brasileiro dá, em média, 2200 passos. Quando você atinge 7500 passos, deixa de ser sedentário e reduz em 60% o risco de ter diabetes e problemas cardíacos. É um pouco de cada vez: de 2200 sobe para 7500, depois procura atingir 10 mil passos pelo menos cinco dias por semana”, sugere Atalla.

Minha dica é baixar um aplicativo pedômetro (contador de passos). Existem vários gratuitos, eu uso o Stepz: ele conta os passos o tempo todo, mesmo com o celular na bolsa. É interessante porque muitas vezes temos a impressão de que não fizemos nenhum exercício e, ao olhar no aplicativo, nos surpreendemos. Isso estimula a andar um pouco mais no dia seguinte (almoçar a pé, ir andando à padaria, subir escadas no trabalho)e, quando se der conta, chegou aos 10 mil. Faça o teste e conte pra gente!

Coluna Angélica Divulgação