Qual é a sua idade verdadeira?

Você aparenta a idade que tem? É cada vez mais comum encontrarmos pessoas que parecem ter menos (ou mais) idade do que aquela registrada na carteira de identidade. Embora a idade cronológica seja um parâmetro fixo, a idade biológica pode ser muito maior ou menor daquela que aparece no RG. Não é só questão de aparência. Nossos hábitos interferem na saúde das nossas células, por dentro e por fora.

A importância do comportamento no dia a dia é tamanha que o médico norte-americano Michael Roizen, um dos maiores especialistas em longevidade do planeta, decidiu medir o impacto de cada hábito para a nossa saúde. “A nossa idade real é a idade do nosso organismo, a idade biológica. E o maior fator relacionado ao envelhecimento é o estresse”, aponta o especialista. Como não existe mundo “zero estresse”, para viver mais precisamos desenvolver táticas para lidar melhor com os fatos estressantes na nossa rotina: essa conquista nos daria um “crédito” de 32 anos (veja quadro abaixo).

Roizen transformou suas descobertas em um programa que calcula o efeito sobre o envelhecimento de mais de 100 comportamentos relacionados à saúde, da alimentação ao fumo, para avaliar a própria idade biológica. O programa está no livro A Idade Verdadeira, best seller no mundo todo, e ganhou uma versão digital que inclui um teste para calcular a Idade Verdadeira e apresenta dicas de como melhorar o resultado. O teste pode ser feito baixando o aplicativo gratuito Sharecare, disponível para Android e IOS. Já adianto uma dica: a atividade física regular é um dos melhores caminhos para combater os efeitos negativos do estresse. Boa semana!

arte Angélica