Homem-máquina

Por Alexandra Farah

Um fone de ouvido que lê e responde aos nossos pensamentos foi criado no MIT, em Boston, e agora revelado ao público. AlterEgo, nome do fone, é fruto da pesquisa sobre inteligência artificial de um aluno da universidade e não deve chegar ao mercado por agora. Seu criador, Arnav Kapur, explica. “O objetivo do AlterEgo é conectar o humano à máquina”.  O dispositivo acerta em 92% dos casos e funciona por meio da transmissão de sinais neuromusculares, da boca para o ouvido.

E enquanto vos escrevo, Mark Zuckerberg, presidente do Facebook e executivo número 1 do Vale do Silício, responde perguntas de deputados na Câmara dos EUA. Ele jura que não vende dados dos usuários, pede ajuda ao Congresso para combater o terrorismo virtual e promete que vai “dar os instrumentos” para os usuários que queiram transferir dados para outros apps.

LV Echo LV Echo / Divulgação

Para passar dois dias no Capitólio, Zuckerberg trocou a camiseta cinza e o moletom, seu uniforme, por paletó azul e camisa branca, justos ao corpo. Como mudar de roupa não é seu forte, apenas a gravata variou o tom de azul. Na universidade, na política e no luxo: o digital está em todo lugar. De Paris, a Louis Vuitton inova. Acaba de lançar um tracker para rastrear a exata localização da mala. O LV Echo custa US$ 330 e está à venda no site da grife. E anunciou esta semana a criação La Maison Des Startups LVMH, uma aceleradora de startups. Pensar no futuro faz parte do nosso presente.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo