Dia Mundial de alerta sobre o autismo

Em 2 de abril foi comemorado o Dia Mundial da Conscientização do Autismo. Durante todo o mês, acontecem ações para aumentar a conscientização sobre o autismo, condição clínica determinada por uma configuração neuropsicobiológica que resulta em dificuldades na interação social, desenvolvimento da linguagem e abertura para interesses. Atualmente, 70 milhões de pessoas no mundo têm algum tipo de autismo, diz a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, são mais de 2 milhões. Estima-se 1 caso novo para cada 50 nascidos vivos.

Pílulas

Causas
                     

As causas do autismo ainda são desconhecidas, porém a pesquisa na área é intensa. Há uma combinação de fatores que levam ao autismo: genética e agentes externos desempenham papel chave nas causas do transtorno. De acordo com a Associação Médica Americana, as chances de uma criança desenvolver autismo por causa da herança genética são de 50%. Já os fatores externos para o surgimento do transtorno são: poluição do ar, complicações durante a gravidez, infecções causadas por vírus, alterações no trato digestório e contaminação por mercúrio.

Inclusão                        

O autismo ainda não possui cura, mas tratamento. O autista pode ser trabalhado, reabilitado e tratado para que, assim, possa se adequar ao convívio social e às atividades acadêmicas. É muito recomendada a prática de exercícios físicos regulares, pois esses ajudam no desenvolvimento de capacidades motoras e cognitivas. O mais importante é permitir que autistas sejam incluídos na sociedade e tenham mais qualidade de vida e respeito. Não perca o programa ‘Fique Bem’ deste sábado. Autismo será o assunto, na TV Band, às 11h30. Siga o Instagram do programa (@fiquebemoficial). Fique bem, cuide-se bem!