Imrpima o futuro

Por Alexandra Farah

Uma empresa de carros elétricos italiana, a XEV, e uma de impressão 3D chinesa, a Polymaker, lançaram em Xangai o primeiro carro elétrico impresso em 3D e vendido comercialmente.

O pequeno notável LSEV leva 3 dias para ser feito. Tem 57 partes e uma lista de espera com 7 mil. Mais que um carro, o modelo é um marco na adoção em escala da impressão 3D e deve dar um impulso nesta tecnologia que promete revolucionar a maneira como tudo é produzido.

Na moda, o 3D caminha devagar e chega ao mercado através de acessórios que não precisam ser maleáveis, nem anatômicos. O Sul sai na frente.

De Porto Alegre vem a jovem Ithem (www.ithem.art.br) lançada recentemente pela arquiteta Vanessa Gallardo. E de Curitiba, desde 2014, a Noiga (www.noiga.com.br) faz sucesso com uma linha completa que inclui até uma bolsa hit.

Coluna Ale Farah 5 de abril de 2018
Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo