Plástico: vilão e fashion

Sim, pela primeira vez drones substituíram modelos na passarela. Foi no desfile Dolce & Gabbana, dentro da temporada internacional de inverno 2018. Apesar da imagem interessante, os drones não tem chance de virar top models. Preferi me ater a outro debate quente da semana. A volta do plástico.

A ecobag agora é do mal e o plástico nem tanto? Tudo começou com a polêmica sacola (igual) de supermercado da francesa Celine vendida por 590 dólares! E porque os desfiles estão cheios de looks do material. Plástico é realmente o vilão da sustentabilidade? Ou o descarte dele é que é o problema? Impermeável, leve, não é à toa que ele é tão popular.

A questão da ecobag é que para agredir menos o ecossistema do que uma sacola de plástico usada três vezes, a bolsa de algodão precisa ser usada todos os dias, por um ano inteiro. Plástico, ok, não decompõe, mas gasta menos água e menos energia para ser produzido. E agora?

Um estudo inglês diz que a melhor solução ao fazer compras é usar a mesma bolsa de algodão ou de juta durante anos e anos. E aonde a gente coloca o lixo de casa? E se eu estiver longe de casa e sem a ecobag? Não compro? A discussão só está começando.