Sua marca é coisa séria

Autor convidado: Daniel Dutra, mestre em Design com experiência em gestão de marcas e design estratégico.

O número de marcas cresce assustadoramente. Todos os dias surgem novos negócios, serviços e produtos. Aposto que hoje mesmo você já conheceu uma marca nova. Mas será que vai lembrar dela até o final dia? O que faz uma marca ser lembrada? Ou melhor: ser escolhida?

Muitos empresários me procuram querendo desenvolver uma marca do zero ou redesenhar a sua identidade atual e, normalmente, querem navegar em alguma tendência visual ou de posicionamento, refletindo um achatamento da diversidade.  Domenico de Masi, sociólogo italiano, discute essa crise de identidade como um dos efeitos da globalização. Ele aponta que, das pelo menos 20 mil línguas que existiam, hoje temos 7 mil. No universo das marcas corporativas não é diferente. Em vez de aproveitar as oportunidades e estabelecer posicionamentos autênticos, os empresários preferem deixar-se carregar pela homogeneização massificada e repetir algo que alguém já está fazendo.

Há entendimento muito superficial sobre a importância da marca para o desempenho empresarial. Desse modo, em um mundo corporativo em constante alteração, as marcas correm o risco de ficarem desnorteadas, à deriva de campanhas incoerentes, repetitivas e poucos cuidadosas.  As pessoas se apaixonam pelas marcas, confiam nelas e acreditam em sua superioridade. O modo como uma marca é percebida afeta seu sucesso, não importando se você tem uma pequena empresa que acabou de nascer ou uma multinacional com anos de história. Sua marca é coisa séria.

Antes mesmo de pensar em nome, símbolo, cores e formas da sua identidade, é imprescindível definir a estratégia da sua marca, norteando as decisões do planejamento, criação, implementação e lançamento. Destaco aqui três características de uma boa estratégia de marca. Em primeiro lugar, sua estratégia deve ser relevante para os seus clientes, deve estabelecer um propósito com o qual o seu público realmente se importa e se identifica. Em segundo lugar, proporcione uma estratégia diferente dos seus concorrentes. Caso contrário, você perde a oportunidade de criar exclusividade no mercado. Em terceiro lugar, certifique-se  de que, no mar de possibilidades de posicionamentos de marca, a sua estratégia é autêntica para si próprio. Deve ser uma declaração verdadeira, na qual realmente acredita.

A estratégia de marca é uma rota para a sua marca crescer e se desenvolver. Ela vai auxiliar você a garantir que a sua marca tenha personalidade única, estruturada e de sucesso!