Prejuízo com roubo de carga chega a R$ 600 milhões no Rio

O Brasil fechou o ano passado com mais de 25 mil roubos de carga, cerca de 70 casos por dia. O Rio se tornou o Estado com o maior número de ocorrências ultrapassando São Paulo. Foram 29 por dia em 2017. O prejuízo total para a economia do Estado chega a R$ 607 milhões. Veja que dado impressionante: o roubo de cargas cresceu no país 51% de 2011 até o ano passado.

Já no Rio o aumento foi de 245%, cinco vezes maior que a média nacional. Um dos mercados mais afetados é o de cigarros. Foram roubados 280 milhões de unidades com perdas de R$ 100 milhões. A Souza Cruz, empresa mais afetada por possuir a maior fatia do mercado, perdeu cinco vigilantes ano passado mortos no Rio em confrontos com bandidos armados de fuzis. As áreas onde os ataques mais acontecem são Caxias, São João de Meriti, Belford Roxo, São Gonçalo, bairros da Zona Oeste da capital como Bangu e Campo Grande, além do Complexo da Maré.

Por falar na Maré…

Um taxista entrou na favela Vila do João, dentro do Complexo da Maré, para deixar um passageiro e contou cerca de 100 fuzis nas mãos dos traficantes. Nada de pistola ou revólver. Só arma longa.

Notinhas

Migalhas. A situação de vacas magras do Governo do Estado é tão grande que Pezão até reinaugura equipamento fechado pela crise que ele próprio ajudou a construir no Estado. Essa semana comemorou a reabertura da Biblioteca Parque da Rocinha. É um projeto lindo que fechou por falta de recursos do Estado. Ainda estão fechadas as unidades de Manguinhos e do Centro da Cidade.

Omissão até em casa. Não foi só o Rio que foi abandonado por Crivella durante a viagem pela Europa. O prefeito se ausentou em pleno Carnaval na cidade; acompanhou de longe os estragos da tempestade; e ainda soube depois que a mãe havia fraturado o pulso. Ele garante que sequer sabia que Dona Eris havia sido levada para o Hospital Municipal Salgado Filho, onde recebeu excelente atendimento, ao contrário de outros cariocas.

Política. A família Bolsonaro está decidida a não lançar candidato ao Governo do Estado. Flávio Bolsonaro deve se lançar ao Senado e Carlos virá como Deputado Federal.