Momento oportuno

Por Rose Guglielminetti

Alguns vereadores de Campinas estiveram no Ministério Público para conversar com os promotores que estão investigando o caso Ouro Verde – desvio de recursos públicos na unidade hospitalar. Segundo o vereador Zé Carlos (PSB), os promotores não quiseram falar nadinha para os parlamentares. “Eles disseram que a denúncia chegou para eles há uns 10 meses, que estão investigando, que corre sob segredo de justiça e que não iriam falar sobre o assunto. E ressaltaram ainda que iríamos saber no momento oportuno”, disse o parlamentar. Voltaram de mãos abanando…E diante do fato de os parlamentares terem tido apenas as informações veiculadas pela imprensa e do envolvimento dos diretores da Vitale – Organização Social que era responsável pela gestão da unidade hospitalar – eles decidiram enterrar a CP (Comissão Processante) contra o prefeito. “Não há elementos que justifiquem a abertura da comissão. Não há denúncia contra o prefeito”, disse o líder de governo Marcos Bernadelli (PSDB).

Unidos
E por falar em Bernadelli durante todo o dia de ontem ele trabalhou intensamente para barrar a investigação contra o prefeito. As estratégias começaram a ser discutidas num almoço entre ele e o secretário de Relações Institucionais, Wanderlei Almeida. Logo depois, Almeida se reuniu com a base governista para pedir que rejeitassem a CP (Comissão processante), como ocorreu….

Muro de vidro
Os vidros que foram colocados para separar o povo dos vereadores cumpriram o papel: os vereadores ficaram protegidos das confusões no plenário.

Contenido Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo