Dia Nacional de Combate ao câncer infantil

Em 2008, a data de 23 de novembro foi instituída como o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil.

Entre os principais objetivos que culminaram na criação dessa data estão estímulo a ações educativas e preventivas associadas à doença, promoção de debates e outros eventos sobre as políticas públicas de atenção integral às crianças com câncer, difusão dos avanços técnico-científicos relacionados com a doença e promoção de apoio para crianças e seus familiares.

Arte

Causas
As causas do surgimento de câncer em crianças estão mais ligadas a fatores genéticos específicos, que aumentam a incidência de certos tipos de câncer. Por exemplo, existe relação entre crianças com Síndrome de Down e leucemia.   Dentre os cânceres em crianças, os mais comuns são: as leucemias (33%), tumores do sistema nervoso central (20%), linfomas (12%), neuroblastomas (8%), tumor de wilms (6%), tumores de partes moles (6%), tumores ósseos (5%), retinoblastoma (3%), tumores germinativos (9%).

Não existe um método preventivo específico para o câncer em crianças e jovens, mas é de extrema importância que os pais levem seus filhos a consultas periódicas e relatem qualquer alteração no comportamento ou corpo da criança.

Tratamento
O tratamento depende do tipo específico do câncer. Assim como nos adultos, existem várias modalidades de tratamento, como a cirurgia, a quimioterapia e a radioterapia que podem ser usadas em conjunto ou não. A resposta ao tratamento é boa na maioria dos casos, sendo observadas taxas de cura em torno de 80%. Fique bem, cuide-se bem!