Doce ilusão

Por fabiosaraiva

jose-carlos-araujo-colunistaUma troca que pode melar mais adiante. Hernane Brocador saiu do Flamengo e foi para o futebol árabe.Aliás, o mesmo que acaba de ceder o Elton para a Gávea. Sabe por que razão o Elton se mandou de lá? Por falta de pagamento. Salários atrasados, cultura diferente, ambiente conturbado… tudo isso contribuiu para a vinda do atacante, cujo passe ainda pertence ao Corinthians.

Se fizermos uma consulta à torcida rubro-negra, não tenho dúvida que a grande maioria optaria pela permanência do Brocador, que foi vice-artilheiro do Brasileiro, com 16 gols e ainda marcou 8 pela Copa do Brasil de 2013. E, em 87 jogos, marcou 45 vezes. Só estes dados já bastam para se entender que ele era o xodó da galera.

O que me surpreende, mais uma vez, é a postura dos agentes ou empresários de jogadores. Só se preocupam com a comissão nas transferências. O do Brocador, se bem intencionado, teria a obrigação de alertar sobre o quadro que ele vai encontrar por lá. Pode se transformar numa doce ilusão.

Os tricolores deveriam saber a verdade sobre o entrevero de alguns “torcedores” contra os jogadores do Fluminense. Como a diretoria suspendeu a distribuição dos ingressos para as chamadas torcidas organizadas, veio a reação. Esses “torcedores” viviam do repasse dos ingressos, como também da venda de passagens nos ônibus nos jogos fora do Rio, além da venda de camisas oficiais do clube, que eram entregues pela fornecedora de material. Resultado: secou a fonte. Por isso que, domingo, embora tivesse voltado a jogar bem, parte do Maraca vaiou o camisa 9.

Não concordo com os que criticam o Dunga por ter chamado 10 jogadores que fizeram parte do grupo do Felipão. Os mais antigos devem se lembrar que fracasso semelhante ocorreu entre 66 e 70. Depois do fiasco na Copa do Mundo na Inglaterra, primeiro João Saldanha e, depois, Zagallo, chamaram vários jogadores que vieram a conquistar o tri, no México. Não faltava craque, mas comando técnico.

Por falar no Felipão, parece que o atual técnico do Grêmio continua amargurado e destemperado. Chamar a imprensa de covarde é, sim, um ato de covardia dele. Se Felipão e Fred foram criticados pelo comportamento na última Copa, ninguém inventou nada. Coube a nós, isto sim, analisar o que vimos. Nós, e toda a torcida brasileira. Menos, Felipão!

Embora contra um adversário mais embalado, acho que o Botafogo tem tudo para conquistar uma vitória hoje, no Maraca, contra o Ceará. Já o Flamengo, diante de um Coritiba que demitiu o Celso Roth, vai encarar uma parada mais dura. É que o jogo é lá. A Copa do Brasil ainda não empolgou, mas, nessa de mata-mata, nem sempre sobrevive o melhor.

José Carlos Araújo escreve às quartas-feiras no Metro Jornal do Rio de Janeiro. É também comunicador das rádios Bradesco Esportes e Bandnews FM e apresentador do “ Donos da Bola”, na tela da Band.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo