Carta à Fifa

Por fabiosaraiva

junior-brasil belo horizonteCaro presidente Joseph Blatter, espero que tudo esteja bem, e, de certa forma, sei que está, afinal o saldo da Copa do Mundo foi positivo. Sei dos problemas e da sua serenidade. Denúncias de corrupção são meras chateações e nada mais, para um “país” grande como a FIFA. O senhor tira tudo de letra, tanto que, cheio de vitalidade, quer mais um mandato à frente da FIFA. Largar para que? A empresa é uma vaca indiana, só que com mais tetas e movimentando fortunas. Além de tudo, tem o tal do Jérôme Valcke para dar o “pé na bunda” dos outros. Desculpe-me pelo palavreado inapropriado, mas foi ele quem disse isso, sobre os brasileiros e a Copa.

Venho fazer um humilde pedido. Fico até sem graça, por saber do seu ponto de vista e da sua política. Pois, já ouvi da “FIFA”: os erros de arbitragem fazem parte do espetáculo, geram as discussões do dia seguinte e são o diferencial do futebol. Os famosos velinhos da FIFA formam a International Board e também são contra o meu pedido. Fico sempre na ilusão de que a ética e a integridade são o melhor caminho. É triste ver resultados comprometidos em função dos erros dos árbitros. E o pior, nada é feito. Vocês podem rever esses conceitos? Este é o meu pedido. Precisamos de transparência no futebol. Temos tantos problemas de manipulação de resultados que a desconfiança reaparece. É inconcebível um profissional, não profissionalizado, sem condições de se preparar devidamente e sem a tecnologia para dirimir as dúvidas. Vamos mudar? Tornar o futebol transparente!

O futebol mineiro sofre e já sofreu muito com erros de arbitragem. Vou lembrar alguns destes “erros.” Um camarada que faleceu recentemente inventou um motivo e anulou um gol que daria um título Brasileiro para nós, mineiros. Inclusive, ele disse uma vez: têm coisas que a gente vê e outras que não vê. Coisa de caráter duvidoso. Na década de 80 nos prejudicaram em decisões importantes, minando e expulsando jogadores de forma rigorosa. Em outra, um árbitro do Sul só viu pênalti a favor dos mineiros depois que se aposentou. Em 2012 favoreceram tanto um time carioca que, mais uma vez, perdemos outro Brasileiro. Ano passado e este ano temos sido prejudicados demais. Não querem os mineiros campeões. No sábado, algo absurdo, dois gols legais anulados por uma arbitragem ridícula. Domingo, um pênalti não foi marcado! Pode isso? Talvez esteja pedindo muito, pois até o presidente da CBF pega medalhas que não são dele. Estou sonhando? De qualquer forma, sei que não sou o único. Acorda Dona FIFA! Abraços!

Junior Brasil é comentarista esportivo da rádio Itatiaia e da TV Band Minas, professor universitário, mestre em administração e cobriu a Copa do Mundo da África. Escreve no Metro Jornal de Belo Horizonte

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo